Blog do Luís Ribeiro

Deputada Lucy Soares denuncia sucateamento nas escolas do estado em Campo Maior


Foto: ReproduçãoEscolas do estado sucateadas em Campo Maior
Escolas do estado sucateadas em Campo Maior

A deputada estadual Lucy Soares fez uma denúncia mostrando a situação de descaso pela qual passa a Unidade Escolar Valdivino Tito, em Campo Maior. O colégio, que é um dos mais tradicionais da cidade, é mantido pelo Governo do Estado do Piauí, e tem passado por momentos difíceis. A deputada usou as redes sociais para mostrar os diversos problemas enfrentados por alnos, professores, servidores e a comunidade em geral.

Além do Valdivino Tito, também são alvos do descaso das autoridades as escolas Briolanja Oliveira (Flores) e 13 de Março (Cidade Nova), ambas de Campo Maior. Em todas elas, os problemas de repetem bebedouros enferrujados, livros amontados, falta de acessibilidade, biblioteca servindo de depósito, laboratórios sem equipamentos, além dos problemas relacionados ao ensino de qualidade e outras coisas.

Os problemas estruturais do Valdivino Tito foram denunciados pela deputada: “A Unidade Escolar Valdivino Tito está em situação urgente. Não há acessibilidade. A biblioteca é pequena e serve de depósito, assim como o laboratório. O IDEB da escola é o mais baixo que constatamos, apenas 1,7. É entristecedor perceber que a nossa educação está em abandono’, disse.

Foto: ReproduçãoDep. Lucy Soares
Dep. Lucy Soares

Para a deputada, os alunos do 13 de Março estão prejudicados devido a falta de um ambiente escolar apropriado: “Na Unidade Escolar 13 de março, que atende alunos de nível fundamental, médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos) se encontra com a estrutura sucateada. Mesmo com a boa vontade dos profissionais, não há bom desempenho devido ao ambiente inapropriado para estudo”, destacou.

Já para os estudantes do Briolanja Oliveira, um dos problemas mais urgentes é em relação ao transporte escolar. “Na Unidade Escolar Briolanja Oliveira, conversamos com alguns alunos e profissionais sobre as dificuldades que têm enfrentado. Os alunos enfrentam problemas como os bebedouros que não atendem a demanda, os banheiros insalubres e as salas com estruturas quebradas. Entretanto, a maio reclamação é o transporte escolar que não segue os horários. Nossos alunos estão perdendo o direito de assistir suas aulas”, finaliza.

Foto: ReproduçãoEscolas do estado sucateadas em Campo Maior
Escolas do estado sucateadas em Campo Maior

Deixe seu comentário