Aos 35 anos, Bastian Schweinsteiger anuncia aposentadoria dos gramados: “chegou a hora”

"Dar adeus como jogador me deixa um pouco nostálgico, mas estou também buscando novos excitantes desafios que me aguardam", afirma ex-jogador do Bayern de Munique

Foto: Foto: reprodução Bastian Schweinsteiger
Bastian Schweinsteiger

Campeão mundial com a Alemanha em 2014, o meia Bastian Schweinsteiger anunciou nesta terça-feira sua aposentadoria dos gramados. O agora ex-jogador de 35 anos estava atuando no futebol dos Estados Unidos pelo Chicago Fire.

- Chegou a hora – postou Schweinsteiger no Twiter, seguido de uma carta aos torcedores (leia mais abaixo) e citando os clubes que defendeu na carreira: Bayern, Manchester United, Chicago Fire e seleção alemã, além da esposa, a tenista Ana Ivanovic.

“Queridos fãs, a hora chegou e eu estou encerrando minha carreira no final dessa temporada. Queria agradecer a ambos, a vocês (fãs) e aos meus clubes Bayern, Manchester United, Chicago Fire e a seleção alemã de futebol. Vocês tornaram possível esse tempo inacreditável. E, claro, quero agradecer a minha esposa Ana Ivanovic e a minha família pelo apoio. Dar adeus como jogador me deixa um pouco nostálgico, mas estou também buscando novos excitantes desafios que me aguardam em breve. Permanecerei fiel ao futebol. Muito, muito obrigado pelo tempo que ficamos juntos. Terei sempre um lugar no meu coração para vocês”, diz a carta postada por Bastian.

Schweinsteiger: carreira de sucesso e títulos

Schweinsteiger resolveu anunciar o fim da carreira após o Chicago Fire não conseguir se classificar aos playoffs da MLS ao fim da temporada regular.

Natural de Kolbermoor, Schweinsteiger iniciou a carreira das divisões de base do Bayern de Munique aos 14 anos. Se profissionalizou em 2002 e atuou até 2015 no clube bávaro, onde conquistou mais de 20 títulos, entre eles a Liga dos Campeões e o Mundial de Clubes de 2013.

Em 2015, foi para o Manchester United. Com muitas lesões, pouco atuou, levantou apenas dois canecos (Copa da Inglaterra em 2016, e Copa da Liga Inglesa no ano seguinte) e rumou para o Chicago Fire em 2017.

Pela seleção alemã, Schweinsteiger estreou em 2004 num amistoso contra a Hungria. Disputou as Copas de 2006, 2010 e 2014. Nessa última, foi um dos destaques da conquista do título mundial. Se aposentou da Mannschaft em 2016 após a disputa da Eurocopa daquele ano, na França.

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário