Bolsonaro passa por cirurgia em SP e se diz confiante

Cirurgia, a 4ª desde a facada, é para corrigir hérnia; segundo o médico, é um procedimento mais simples que deve durar até três horas

Foto: Reprodução \ Internet Presidente Jair Bolsonaro passar por cirurgia em São Paulo neste domingo (8)
Presidente Jair Bolsonaro passar por cirurgia em São Paulo neste domingo (8)

A cirurgia do presidente Jair Bolsonaro, para correção de uma hérnia incisional, é uma intervenção mais simples e deve durar até três horas. A informação é do médico André Luiz de Vasconcellos Macedo, o mesmo cirurgião que comandou as duas operações anteriores do presidente, para instalação e remoção da bolsa de colostomia que ele usou após sofrer uma facada, no dia 6 de setembro do ano passado, durante um ato de campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG). É a quarta cirurgia na região do abdômen. 

"É um procedimento bem mais simples e eu calculo que deve durar entre duas ou três horas", disse Macedo à Agência Brasil. Segundo o médico, a cirurgia também fecha o ciclo de tratamento do presidente relacionado à facada. 

O presidente se manifestou no Twitter sobre a cirurgia e se disse confiante. "Com a permissão de Deus, inspirados nesse sentimento, buscaremos juntos este objetivo! Sigo confiante para a próxima cirurgia. Que Deus nos abençoe. Boa noite a todos".

O Palácio do Planalto informou nesta sexta-feira (6) que Bolsonaro vai se licenciar do cargo por cinco dias e não três, como previsto inicialmente. O procedimento acontece no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. O presidente chegou à capital paulista neste sábado (7).

A partir de domingo (8), o vice-presidente Hamilton Mourão assume oficialmente o governo. A previsão é que Bolsonaro retome o cargo ainda no hospital, enquanto estiver internado, mas somente após um período inicial de recuperação. Ao todo, ele deve permanecer no hospital por até dez dias. 

Acompanham o presidente, durante a internação em São Paulo, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e dois de seus filhos: o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o vereador carioca Carlos Bolsonaro.

Cirurgias anteriores

Bolsonaro, de 64 anos, passou por três cirurgias na região abdominal em função da facada que sofreu em setembro do ano passado, durante evento da campanha eleitoral na cidade mineira de Juiz de Fora.

Logo após a facada, o então candidato precisou passar por uma delicada cirurgia de emergência por conta de ferimentos nos intestinos grosso e delgado e em uma veia abdominal, ainda em um hospital da cidade mineira.

Depois, Bolsonaro passou por uma segunda cirurgia para desobstrução intestinal, já no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde também foi operado em janeiro deste ano, agora como presidente, para retirada de uma bolsa de colostomia e reconstrução do trato intestinal.

Fonte: Terra

Deixe seu comentário