Branco confirma Reinier fora de lista para o Mundial: "Motivo foi o não-cumprimento de um acordo"

Coordenador da base da seleção brasileira diz que CBF e Flamengo fizeram pacto "de cavalheiros" de que atleta se reapresentaria no dia 14. Pedro Lucas, do Grêmio, fica com a vaga

Foto: Reprodução \ Web Pedro Lucas fica com a vaga de Reinier na lista final
Pedro Lucas fica com a vaga de Reinier na lista final

Após permanecer junto à delegação do Flamengo que viajou para Fortaleza e não se reapresentar à seleção brasileira sub-17 na última segunda-feira, Reinier está oficialmente fora do Mundial da categoria. O coordenador da base da CBF, Branco, afirmou nesta terça-feira que o nome do jogador do Flamengo foi retirado da lista final que foi enviada à Fifa com um dia de antecedência, dando lugar a Pedro Lucas, do Grêmio.

Branco deixou claro que o corte de Reinier se deu por conta de uma disputa da confederação com o Flamengo, que optou por manter o jovem junto ao elenco diante dos desfalques para o duelo desta quarta-feira. O dirigente indicou que havia um "acordo de cavalheiros" para a reapresentação de Reinier na última segunda.

– Um dia antes do prazo final, a gente já enviou a lista dos 21 jogadores que farão parte da delegação do Brasil. Comunicamos hoje à Fifa oficialmente. O Pedro Lucas foi convocado no lugar do Reinier. O motivo foi o não cumprimento de um acordo de cavalheiros que a gente tinha feito, da CBF com o clube, teria que voltar no dia 14, como não se apresentou, a gente tomou a decisão de convocar o Pedro, que já fazia parte da nossa seleção, inclusive fez parte do torneio na Inglaterra – disse Branco em comunicado aos jornalistas na Granja Comary.

Como não houve espaço para perguntas, o dirigente não apontou se Reinier está liberado para entrar em campo pelo Flamengo ou não. O clube carioca entrou com uma Medida Inominada (medida liminar) junto ao STJD na última segunda para garantir o direito de escalar o jogador de 17 anos no período do Mundial, que ocorrerá entre 26 de outubro e 17 de novembro, no Brasil.

O discurso da CBF é que Reinier está fora da lista final do Mundial e, portanto, liberado para atuar pelo clube. O Flamengo, no entanto, busca a garantia jurídica por meio da ação junto ao STJD. O meia ainda consta como indisponível no sistema "Gestão Web" e permanece como um dos 38 jovens na lista prévia para a competição.

A CBF havia anunciado na segunda-feira que Pedro Lucas fora convocado para o lugar de Reinier, depois de o jogador do Flamengo não se reapresentar no prazo estipulado. Entretanto, como o período para o envio da lista final para a Fifa vai até a próxima quarta-feira, havia a possibilidade da manutenção do atleta rubro-negro no elenco final.

Em meio à polêmica, a equipe do técnico Guilherme Dalla Déa segue sua preparação na Granja Comary, em Teresópolis. O Brasil fará um amistoso preparatório contra os Estados Unidos no dia 19 de outubro, ainda na cidade. A preparação na Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro vai até o dia 22 de outubro, quando a delegação viaja para Brasília, local da estreia no Mundial.

A seleção brasileira sub-17 está no Grupo A, e encara o Canadá, no dia 26 de outubro, no Bezerrão. Depois, pega a Nova Zelândia, no dia 29, novamente em Brasília, e encerra a primeira fase no Olímpico, em Goiânia, contra a Angola, no dia 1º de novembro. Os ingressos para a competição já estão à venda. Quem comprar até o dia 23 de outubro terá um desconto de 50%.

Anfitrião pela primeira vez, a seleção brasileira busca o quarto título. Foi campeão em 1997, 1999 e 2003. Na última edição, o Brasil ficou na terceira posição, em 2017. A Nigéria é a maior vencedora da competição, com cinco conquistas, e tentará o sexto. Atual campeã, a Inglaterra não se classificou para defender a taça.

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário