Candidato governista vence eleição presidencial na Mauritânia

Mohamed Ould Ghazouani foi proclamado vencedor ainda no primeiro turno, mas candidatos derrotados devem questionar o resultado.

Foto: Reprodução (Internet) Apoiadores comemoram vitória do governista Mohamed Ould Ghazouani na eleição presidencial da Mauritânia
Apoiadores comemoram vitória do governista Mohamed Ould Ghazouani na eleição presidencial da Mauritânia

O candidato governista Mohamed Ould Ghazouani foi proclamado oficialmente vencedor das eleições presidenciais na Mauritânia, anunciou neste domingo (23) o presidente da Comissão Eleitoral Nacional Independente (Ceni), Mohamed Vall Ould Bella, em entrevista coletiva.

Conforme os dados oficiais, com 100% das urnas apuradas, Ghazouani conseguiu 52,01% dos votos, e com isso não será necessário um segundo turno. Ele deverá ser empossado depois de examinados eventuais recursos que podem ser interpostos ao resultado.

Os candidatos mais votados depois dele foram Biram Dah Abeid, com 18,58% de votos, e Sidi Mohamed Ould Boubacar, com 17,87%. Muito atrás ficou Kane Hamidou Baba (8,71%) e outros dois, que juntos não chegam a somar 3%.

Abeid, Boubacar e Baba foram convocados esta noite pelo ministro de Interior da Mauritânia, Ahmedou Ould-Abdallah, supostamente para aceitar o resultado e passar aos seus apoiadores mensagens de tranquilidade.

Resultado em dúvida

Os três candidatos derrotados e um quarto concorrente tinham convocado uma entrevista coletiva conjunta para esta tarde na qual disseram que as informações que tinham davam conta de que nenhum candidato tinha conseguido mais de 50% dos votos, o que levaria a um segundo turno.

Antes também de ser divulgado o resultado definitivo, grupos de jovens haratines (a maioria étnica do país, mas discriminada pelos árabes "brancos") protagonizaram protestos em Nouakchott e Nouadhibou, pois acreditam que o processo eleitoral foi manipulado.

Fonte: G1

Deixe seu comentário