Chuva forte provoca alagamentos na região central de São Luís

Chuva que caiu nessa sexta-feira (24) provocou inúmeros transtornos na área do Mercado Central, na capital.

Foto: Reprodução/ Portal O Imparcial Motoristas param por causa de Alagamento na Avenida Magalhães de Almeida.
Motoristas param por causa de Alagamento na Avenida Magalhães de Almeida.

A chuva forte que caiu durante a manhã desta sexta-feira (24) provocou alagamentos e transtornos em vários pontos de São Luís. Uma das áreas mais afetadas foi o Centro da capital maranhense, que teve inúmeras lojas, residências e ruas inundadas pela água.

A região da Avenida Magalhães de Almeida, rua Antônio Rayol próximo ao Mercado Central foram uma das mais atingidas pela chuva. A água invadiu calçadas e lojas, e o trânsito na área que em dias normais já é complicado, virou um caos.

Veículos ficaram parcialmente submersos pela água e os pedestres tiveram muita dificuldade para conseguir andar pela área. Algumas pessoas tiveram que cair na água para conseguir chegar aos seus destinos.

“É triste isso aí, isso ai tá dando quase no meio da cintura. A gente vem trepando por cima das coisas para conseguir passar, é triste isso dai”, disse Domingos Nogueira, pescador.

Comerciantes também foram atingidos pela chuva, que chegou a invadir dezenas de lojas. Vendedores ambulantes que trabalham na região foram um dos mais atingidos pela correnteza e sem ter para onde ir, tiveram que trabalhar nas ruas alagadas.

“A gente tem que tirar a mercadoria porque se a gente não tirar, a gente perde a mercadoria e perde tudo. Tem que tirar debaixo de chuva, como vocês viram tirando com a menina aqui. Na terça-feira, a água chegou a bater mais alto do que hoje, ficamos nesse mesmo sufoco que passamos hoje”, reclamou João Evangelista, vendedor ambulante.

A área possui um histórico de alagamentos e transtornos causados pelas fortes chuvas que caem durante os primeiros meses do ano em São Luís. A galeria por onde a água é escoada já foi reconstruída, mas mesmo assim, os problemas relacionados a alagamentos continuam sendo registrados.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP) informou que na região do Mercado Central, a limpeza e manutenção da rede de drenagem são feitas de forma contínua. Segundo a SEMOSP, equipes serão enviadas para a região para que sejam adotadas as medidas necessárias.

Fonte: Com informações do G1MA

Deixe seu comentário