Cloroquina já é usada no Piauí, Maranhão e Bahia na fase inicial da Covid-19

O Piaui liberou o uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes da Covid-19 desde os primeiros sintomas.

Foto: Reprodução/ Internet Hidroxicloroquina e azitromicina é uma das opções de tratamento de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.
Hidroxicloroquina e azitromicina é uma das opções de tratamento de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

O Maranhão e a Bahia já fazem uso da hidroxicloroquina para o tratamento de pacientes com a Covid-19, desde os primeiros dias de sintomas, de acordo com as Secretarias de Saúde desses estados. O Piauí também aconselha o uso, mas criou um grupo de estudo para analisar a eficácia.

Alguns pacientes maranhenses diagnosticados com a Covid-19 que apresentarem até o quinto dia sintomas leves recebem um kit de remédios para tratamento em casa. Entre eles, a hidroxicloroquina, azitromicina, um corticóide e vitaminas.

Tudo é acompanhado de perto pelos médicos. A decisão do uso dessas substâncias logo nos primeiros dias da doença foi baseada em estudos de infectologistas do estado, como destaca o secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula.

Desde abril, a combinação da hidroxicloroquina e azitromicina é uma das opções de tratamento para contaminados pelo novo coronavírus na Bahia, como ressalta o secretario estadual de Saúde, Fábio Vilas Boas.

O Piaui liberou o uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes da Covid-19 desde os primeiros sintomas, mas um grupo de trabalho foi criado pelo governo local para verificar a eficácia.

O diretor técnico de um hospital em Floriano, cidade a 240 quilômetros da capital, Justino Moreira, conta que lá são usados hidroxicloroquina, azitromicina e corticóides nos primeiros dias da infecção, e revela estar satisfeito com os resultados nos pacientes.

Mas a Associação Médica Brasileira, a Sociedade Brasileira de Pneumologia e a de Infectologia publicaram documento com diretrizes para o tratamento da Covid-19. As entidades desaconselham o uso da hidroxicloroquina. Um dos médicos que assinou o texto, o infectologisa José Davi Urbáez, explica o porquê.

Até o momento, o Conselho Federal de Medicina e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberaram aos médicos a opção de prescrever a hidroxicloroquina como tratamento da Covid -19, caso achem necessário. Tudo com o consentimento dos pacientes.

Deixe seu comentário