Coreia do Norte chama premiê do Japão de 'idiota' e ameaça com 'míssil balístico real'

Mensagem com xingamentos como 'anão político' e 'cachorro' foi publicada após o primeiro-ministro Shinzo Abe dizer que os testes conduzidos por Kim Jong-un dispararam mísseis, o que o regime norte-coreano nega.

Foto: Reprodução \ Web Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, em foto de setembro —
Primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, em foto de setembro —

A ditadura de Kim Jong-un na Coreia do Norte disparou uma série de críticas e xingamentos ao primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, em comunicado publicado pela mídia estatal KCNA neste sábado (30) (horário local).

Na mensagem, atribuída a um diretor do Ministério das Relações Exteriores norte-coreano, o regime chama Abe de "idiota", "perfeito imbecil" e "anão político".

A nota foi publicada após Abe dizer que o teste feito pela Coreia do Norte na quinta-feira disparou mísseis balísticos — o regime de Kim nega, e diz que usou "sistema de lançamento múltiplo de foguetes" (leia mais no fim da reportagem).

"Aquele que nasce idiota nunca se cura. A frase se encaixa perfeitamente ao primeiro-ministro japonês Abe, cuja ignorância e estupidez foram trazidas à luz quando ele disse que os recentes testes com sistemas de lançamento múltiplo de foguetes conduzidos pela Coreia do Norte são lançamentos de mísseis balísticos", diz o texto publicado.

"Podemos dizer que Abe é o único idiota no mundo e o homem mais estúpido já conhecido na história ao não conseguir distinguir um míssil de um sistema de lançamento de foguetes múltiplos", afirma a nota.

Em seguida, a mensagem diz: "Abe poderá ver o que é um míssil balístico real em um futuro não muito distante e debaixo de seu nariz".

A nota ainda cita as negociações paralisadas entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos, e critica o governo japonês por acreditar que o presidente Donald Trump vá apoiá-lo contra o regime de Kim. "Ele parece achar que os EUA vão gostar de suas declarações sobre a 'ameaça do norte' neste momento em que as relações EUA-Coreia do Norte estão sob um impasse. O pensamento do anão político é muito pobre".

"A visão infeliz de Abe nos faz vê-lo como um cachorro capturado com medo ou um filhote animado ao ver seu dono, como os EUA", ironiza a nota norte-coreana.

Coreia do Norte e Japão

A relação ruim dos dois países asiáticos se deteriorou ainda mais após a Coreia do Norte retomar os lançamentos de projéteis em direção ao Mar do Japão — também chamado Mar do Leste. Em outubro, Tóquio afirmou que um disparo lançado por Pyongyang caiu em águas japonesas.

No início de novembro, Abe também criticou a Coreia do Norte por violar as resoluções da Organização das Nações Unidas que proíbem o regime de Kim Jong-un de lançar mísseis balísticos — declaração também repudiada pela ditadura norte-coreana.

O que a Coreia do Norte disparou?

O teste de quinta-feira foi o quarto de um lançador múltiplo de mísseis de grandes dimensões desde agosto. Ele representaria um avanço em comparação com o de setembro, quando a KCNA afirmou que ainda era necessário testar alguns pontos, segundo a agência France Presse.

O teste "demonstrou a superioridade militar e técnica deste sistema de armas e sua sólida confiabilidade", afirmou a KCNA. Kim Jong-un expressou "sua profunda satisfação".

Fonte: G1

Deixe seu comentário