Criança de 10 anos é morta dentro de casa por bala perdida

Foi a segunda criança morta por bala perdida no Ceará nos últimos dois dias.

Foto: Reprodução/TV Verdes Mares Criança de 10 anos foi morta por uma bala perdida em Fortaleza.
Criança de 10 anos foi morta por uma bala perdida em Fortaleza.

Uma criança de 10 anos foi morta por uma bala perdida na noite desta quinta-feira (31) durante uma troca de tiros entre criminosos no Bairro Autran Nunes, em Fortaleza. Outras duas pessoas que estavam na rua e não tinham envolvimento com o confronto foram atingidas.

Foi a segunda criança assassinada por bala perdida em dois dias no Ceará. Na quarta-feira (30), uma menina de 4 anos foi morta vítima de uma bala perdida em Sobral, interior do estado.

Segundo a Polícia Militar, dois homens entraram em confronto a tiros na Rua Porto Alegre. A menina, identificada como Livia Tainá, estava em casa, quando foi atingida por um dos disparos.

A mãe da vítima, que preferiu não se identificar, disse que a menina estava na sala de casa no momento do crime. "Ela (Livia Tainá) tinha acabado de chegar da igreja, estava jantando. Eu não tô nem acreditando ainda", disse a mãe da garota, ainda abalada pelo ocorrido.

Estudos

Segundo a mãe, Tainá gostava de estudar e tinha o sonho de ser médica. "Ela adorava estudar. Só tirava notas boas na escola. Quando tirava um (nota) 7, ela perguntava: "mamãe, a senhora vai brigar comigo hoje? Prometo que vou melhorar", contou.

Um tio da vítima, que também não quis se identificar, disse que viu a criança caída no chão de casa, logo após o tiroteio. Segundo o familiar, dois tiros pegaram no portão da casa, sendo que um deles atravessou e atingiu a cabeça da jovem.

"Quando entrei, nem acreditei que era ela que estava no chão. Tinha chegado há 10 minutos da igreja. É muito triste. Lamentável, né? Não tem lei, quem manda é os vagabundos", desabafou um dos parentes da vítima.

Outros dois baleados

A criança atingida foi socorrida em estado grave ao Instituto Dr. José Frota (IJF), onde recebeu atendimento médico. Os familiares acompanharem durante a noite na porta do hospital à espera de informações. No entanto, garota não resitiu e morreu logo depois.

Outras duas pessoas que, estavam na Rua Porto Alegre, foram atingidas e também foram levadas ao IJF. O estado de saúde das outras vítimas não foi divulgado pela PM.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e foi acionada ao local do tiroteio e iniciou as investigações sobre o crime. A polícia realizou buscas durante a noite, mas, até a manhã desta sexta, ninguém havia sido preso.

Deixe seu comentário