Críticas da Claro atrasa chegada do Disney+ ao Brasil

A Claro argumenta que a Disney, uma das maiores empresas do mundo cinematográfico, não pode entrar no Brasil com a plataforma sem produção brasileira dentro dela.

Foto: Reprodução/Internet Serviço de streaming da Disney
Serviço de streaming da Disney

As críticas feitas pela a empresa brasileira de telecomunicações, Claro, sobre a chegada do novo serviço de streaming da Disney ao país, Disney+, se tornaram um problema para a empresa de fora.

De acordo com O Globo, a Claro argumenta que a Disney, uma das maiores empresas do mundo cinematográfico, não pode entrar no Brasil com a plataforma sem produção brasileira dentro dela. De acordo com a Claro, a ação da Disney é contra à Lei da TV Paga, que estabelece cotas de conteúdos produzidos no Brasil.

Outra alegação feita pela Claro à Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), com base na não disponibilização de conteúdo nacional na Disney+, é com relação a ‘concorrência desleal’. Vale lembrar que a Claro também tem um serviço de streaming, o NOW. 

Se a ANATEL for contra as contra as alegações da Claro, o Disney+ deve chegar em novembro deste ano, se tornando uma corrente da Claro. A previsão é de que a ANATEL dê um posicionamento sobre o caso ainda neste mês.

O Disney+ é uma plataforma de streaming da Disney, igual à Netflix. Com esse serviço, a gigante do cinema internacional vai disponibilizar todas as produções feitas por ela dentro da plataforma.

Deixe seu comentário