Dar oportunidades ou ajustar o time? Tite cita malabarismo em amistosos: "Tenho prioridades"

Técnico explica poucos experimentos na equipe titular, cita desgaste físico de Alex Sandro e detalha opção por saída de Philippe Coutinho: "A função ficou prejudicada"

Foto: Reprodução \ Web Tite
Tite

Na véspera do amistoso contra a Nigéria, o técnico Tite conversou com a imprensa em Singapura, palco de mais um teste do Brasil neste domingo. Seu Adenor voltou a falar sobre o jejum de vitórias da Seleção, que não vence há três partidas.

- O desempenho (é que) me preocupa. E se a equipe está equilibrada. O placar é consequência e nem sempre reflete o que foi o jogo. Não posso ficar refém de resultados. A pressão de vencer é normal, mas tem que ser encarada com discernimento - salientou o treinador (confira a coletiva na íntegra no vídeo acima).

Sobre as poucas mudanças no time - fará apenas duas em relação ao que começou jogando contra Senegal -, o técnico disse que não consegue ser malabarista e que precisa priorizar o ajuste da equipe titular antes de abrir mais oportunidades para caras novas.

- Malabarista para montar a equipe, aquele cara que mexe. O outro para jogar bolinha para cima, aí ficar mexendo com o pé (faz gestos). Não consigo fazer três coisas. Não consigo ajustar a equipe, dar oportunidade e repetir padrão. Queria eu, mas não dá. Tenho que estabelecer prioridades.

+ Clique aqui e confira como foi a coletiva de Tite

Tite explicou as saídas de Alex Sandro e Philippe Coutinho, sacados do time titular no treino deste sábado. Renan Lodi e Everton Cebolinha ganham as vagas.

- A função (de Coutinho) ficou prejudicada na equipe, o desempenho dele. Na fase ofensiva ficou prejudicada. O que tenho de ideia de futebol é o equilíbrio. Quando é excessivamente defensivo ou ofensivo, você sofre. Equilibrar a equipe é nosso desafio. E só na teoria não dá, tenho que colocar para jogar. Se não fica uma coisa aleatória. Está servindo para essa situação. Daqui a pouco pode retornar para faixa central, ou lado direito onde também teve oportunidade.

- O Renan (Lodi) foi em função da sequência do Alex Sandro. Ele vinha de sequência forte no clube, viagem, não estava totalmente recuperado. E tenho no Renan a tranquilidade de botar para jogar. Teve ascensão muito grande. Oportunidade - completou.

+ Seleção treina com Lodi e Everton. Neymar é deslocado
+ Quiz: você sabe onde a Seleção jogou amistosos de Data Fifa durante a Era Tite?

Brasil e Nigéria duelam neste domingo com transmissão ao vivo da TV Globo, SporTV e GloboEsporte.com a partir das 9h (de Brasília).

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário