Defensoria terá palestra sobre defesa pública nos crimes de feminicídio

Será na sexta (23), às 14h30, no auditório da Escola Superior da Defensoria Pública.

A Defesa Pública nos Crimes de Feminicídio será o tema da palestra a ser proferida pela defensora pública do Estado do Rio de Janeiro, Renata Tavares, nesta sexta-feira (23), às 14h30, no auditório da Escola Superior da Defensoria Pública, na Casa de Núcleos da instituição, localizada na avenida Nossa Senhora de Fátima, 1342, no Bairro de Fátima.

Renata Tavares é pós-graduada em Actualidades y Tendencias de los Sistemas Penales pela Universidade de Buenos Aires, 100 Relgas de Brasilia y Sistema Interamericano de Derechos Humanos pela faculdade de direito da Universidade do Chile e no Programa de Estudios Avanzados en Derechos Humanos y Derecho Internacional de los Derechos Humanos do Washington College of Law – American University. Ex-conselheira do Conselho Penitenciário do Estado do Rio de Janeiro, é defensora pública titular do Tribunal do Júri da Comarca de Duque de Caxias.

A abertura do evento será feita pelo defensor público Juliano de Olveira Leonel, titular da 3ª Defensoria Pública do Sistema Prisional, que discorrerá sobre Processo Penal Humanitário. A defensora pública Verônica Acioly de Vasconcelos, titular da 2ª Defensoria Pública da Mulher, será a debatedora.

Os defensores públicos e demais interessados em participar, deverão realizar inscrição clicando no banner postado na página principal do site da Defensoria Pública, no endereço eletrônico www.defensoria.pi.def.br. Todos os inscritos receberão certificado emitido pela Escola Superior da Defensoria Pública (Esdepi).

A palestra está inserida na Campanha 16 Dias de Ativismo Contra a Violência de Gênero, que ocorre todos os anos entre 25 de novembro, Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra Mulheres, e 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.

A Defensoria Pública do Estado do Piauí, por meio do Núcleo de Defesa da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, anualmente se engaja nas ações da campanha, que desde sua primeira edição, em 1991, já conquistou a adesão de mais de 160 países.

Deixe seu comentário