Educação: Seduc elabora protocolo de segurança para retorno presencial

Segundo o secretário de Educação, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está trabalhando junto com  Sinte na construção de um novo protocolo.

Foto: Reprodução/CCOM Reunião da Seduc com o Sinte-PI
Reunião da Seduc com o Sinte-PI

Na manhã de quinta-feira (30), o secretário de Educação do Piauí, Ellen Gera Moura, esteve em uma reunião com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte-PI), para o retorno das aulas presenciais e a implementação de um programa educacional. 

Neste momento atual, todos os órgãos públicos e privados da educação estão encontrando novas maneiras de como garantir um retorno seguro para todos os envolvidos neste setor, previsto para ser reaberto em 22 de setembro de 2020.

Protocolo

Segundo o secretário de Educação, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está trabalhando junto com  Sinte na construção de um novo protocolo.

“É importante destacar que a Seduc vem preparando esse planejamento olhando para o lado principal que é proteção da vida e da saúde daqueles que fazem a rede estadual de educação. Tratando do protocolo de retomada das aulas presenciais, convidamos o Sinte para participar do nosso comitê com o objetivo de finalizar uma versão inicial para ser levada à consulta pública, sendo essencial a participação do Sinte na construção dessa proposta”, relata Ellen Gera.

Segundo Gera, a ideia de colocar a educação como último grupo econômico para ser reaberto no estado é para que todos possam ter tempo o suficiente para se preparar para a retomada. 

“Estamos com o comitê de crise e uma minuta está sendo finalizada para ser discutida com a comunidade escolar”. Disse o secretário, que destacou a questão do transporte público e escolar como uma operação complexa. 

“Primeiro é o protocolo sanitário, pois devemos cuidar da vida. Depois o protocolo pedagógico, para o estudante recuperar a aprendizagem. Segue o protocolo de RH (recursos humanos) para cuidar dos profissionais e grupos de risco. Por último, o protocolo de contingência, porque a escola é um ambiente de aglomeração, temos que estar preparados se houver contaminação, nada poderá ser aleatório”.

Educar Piauí

Com relação ao programa apresentado na reunião, o Educar Piauí, é um projeto de desenvolvimento educacional que está sendo implantado no Estado, e o Sinte foi convidado para participar das reuniões de desenvolvimento dos projetos do Educar Piauí.

Deixe seu comentário