Empresários da construção civil se reúnem com Dr. Pessoa para discutir a desburocratização dos processos

Responsável por 54% do PIB industrial do Piauí, setor gera renda, empregos e pede celeridade na condução das demandas.

Foto: Reprodução/ Ascom Empresários da construção civil se reúnem com Dr. Pessoa para discutir a desburocratização dos processos.
Empresários da construção civil se reúnem com Dr. Pessoa para discutir a desburocratização dos processos.

Discutir a desburocratização e agilidade das rotinas e processos envolvendo o setor da construção civil é fundamental. Em reunião com a nova gestão da Prefeitura de Teresina nesta terça-feira (12), o Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon Teresina) apresentou sugestões e caminhos necessários para dar celeridade nos processos e consequente melhorias para toda a sociedade.
 
Importante frisar que o setor é responsável por 54% do PIB industrial do Piauí, se apresentando como uma peça imprescindível para a manutenção de uma boa economia e, dessa forma, contribuindo para maior geração de empregos e renda no Estado e capital. Francisco Reinaldo, presidente do Sindicato, salientou que o maior incentivo que se pode dar a um empreendedor é a agilidade do processo. “Quando se pensa em atrair investimentos a primeira coisa que vem à mente é a lei de incentivo fiscal. Para isso, os processos têm que ser claros, objetivos e rápidos”, reforça.
 
Ele ainda acrescenta que o Sindicato foi prontamente atendido para a realização do encontro e relembra que à época da campanha tiveram uma reunião prévia. “Tão prontamente foi decidido a eleição, entramos em contato com a equipe de transição, pedimos uma audiência e quando tomaram posse solicitamos o encontro. Hoje pontuamos várias coisas que podem ser melhoradas dentro da Prefeitura. O Dr. Pessoa entendeu, repassou para a equipe e tem tudo para ter sucesso”, ressalta Francisco Reinaldo.
 
Em sua avaliação, o prefeito Dr. Pessoa destaca que a reunião foi muito produtiva, objetiva e de qualidade. Salienta que o diálogo com os empresários do setor da construção se faz imprescindível, em especial pela grande contribuição que o segmento agrega à sociedade. “Uma reunião com muita objetividade para que eles {construtores} tenham a oportunidade de deixar cada vez mais pungente a construção civil, dentro da legalidade dos incentivos. Discussão da melhor qualidade possível, frisando a desburocratização para que a economia cresça”, destaca.
 
Segundo o prefeito, o sistema tem uma burocratização enorme: seis meses, um ano, mais de um ano para os processos andarem. Ele reforça que é preciso desburocratizar. “Queremos que as micro e pequenas empresas seja uma hora para começar a fluir. As maiores em torno de 60 dias”, explica Dr. Pessoa.
 
Guilherme Fortes, vice-presidente do Sinduscon, salientou que é preciso sair da discussão e partir para a prática, colocar em ação todas as etapas necessárias para otimizar a condução. “O Brasil como um todo está passando por um momento muito interessante na construção civil, porque só tem tido notícias positivas por causa dos juros baixos. Nesse momento de recondução da Prefeitura, o Sindicato olha tanto para a geração de empregos quanto para concretização de negócios. Temos que manter esse diálogo com a Prefeitura”, conclui.
 
Pontos abordados no encontro
Durante a apresentação, ainda foi elencado pontos que merecem atenção, a exemplo: o Construa Fácil, onde se pontuou que é preciso fortalecer a implantação, melhorando infraestrutura tecnológica e qualificando pessoal; a Secretária Municipal de Finanças de Teresina (SEMF), no sentido de melhorar o Programa SEI para dar mais agilidade às certidões, cadastros e etc, entre outros aspectos citados.
 
A conversa ainda contou com a participação do vice-prefeito Robert Rios, secretários e empresários da capital.

Fonte: *Com informações da Ascom.

Deixe seu comentário