Empresas de call center e telemarketing operam com 50% dos trabalhadores a partir desta segunda (23)

A medida faz parte de decreto assinado pelo prefeito Firmino Filho para adotar meios de combater o coronavírus.

Foto: Reprodução/ Youtube As empresas de telemarketing e call center manterão 50% dos funcionários trabalhando de casa.
As empresas de telemarketing e call center manterão 50% dos funcionários trabalhando de casa.

A partir desta segunda-feira (23), as empresas de call center e telemarketing de Teresina devem funcionar com 50% dos seus funcionários em trabalho na modalidade Home Office, enquanto perdurar a pandemia declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A medida faz parte de decreto, assinado pelo prefeito Firmino Filho, que determina a intensificação de ações para o enfrentamento à doença covid-19 provocada pelo novo coronavírus.

De acordo com o prefeito de Teresina, estas empresas empregam muitas pessoas na capital, e com certeza, há riscos em mantê-las trabalhando na sua totalidade de forma presencial. “Então, a recomendação é que essas empresas continuem o seu funcionamento, sendo que 50% de trabalhadores de cada uma delas deverá desempenhar suas funções em casa”, afirma Firmino Filho.

Venâncio Cardoso, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, afirma que as empresas de call center geram milhares de empregos na cidade e que a preocupação deve ser redobrada nesses lugares. “O prefeito Firmino baixou esse decreto que está de acordo com as recomendações nacionais e internacionais para conter a expansão do vírus. Esperamos também que medidas de limpeza e higienização, com orientação de boas práticas e a disponibilização de álcool em gel, sejam adotadas por estas empresas”, destaca o secretário da Semdec.

Deixe seu comentário