Enfrentamento às formas de violência contra as mulheres são debatidos

A sensibilidade da sociedade no que tange a violência doméstica e familiar contra a mulher deve estar na prioridade de todos.

Foto: Reprodução/internet Enfrentamento às formas de violência contra as mulheres são debatidos
Enfrentamento às formas de violência contra as mulheres são debatidos

A sensibilidade da sociedade no que tange a violência doméstica e familiar contra a mulher deve estar na prioridade de todos. Pensando nisto que o projeto “Não a violência contra a mulher”, tem ganhado repercussão no decorrer dos anos. Esta é uma proposta do Instituto Federal do Piauí, através de sua Coordenação de Extensão em Parnaíba.

Na manhã desta quinta-feira, no auditório do IFPI, foi realizada a exposição artística “Deusa e Mulher” que faz referência à identidade da mulher, apesar dos preconceitos e adversidades. As revelações do subconsciente, desafios e lutas interiores, entre outras expressões dos sentimentos estão materializadas nas pinturas de Charlene Silva.

Pela importância que é a valorização da mulher, foi realizada a mesa-redonda, os tipos de assedio e a lei Maria da Penha. Os estudantes futuros pais e mães de família, profissionais do amanhã, são os agentes propagadores destas informações, a começar pela adoção da conduta do respeito e amor. “Não a violência, não ao silêncio, calar é permitir, denunciar é combater”, é a bandeira levantada pelo instituo federal do Piauí em Parnaíba, em favor da mulher.

Deixe seu comentário