Entenda por que Dark se tornou a série mais repercutida da internet

A série ganhou muito destaque ao longo dos últimos anos pelo fato de quebrar barreiras filosóficas e de ficção científica, além de trazer uma cultura totalmente nova do que já estávamos acostumados ver nas telas.

Foto: Reprodução/Netfilx Dark
Dark

A terceira e última temporada da série Dark já está disponível na Netflix. Criada por Baran bo Odar e Jantje Friese, a trama alemã fala da possível viagem no tempo e como as épocas - passado, presente e futuro estão conectados. Por mais que a história seja confusa para muitas pessoas, é possível entender o que realmente do que se trata à série fala ao longo dos episódios. 

A primeira temporada de Dark foi lançada em 2017. A produção alemã bateu o recorde das séries mais assistidas no catálogo da  plataforma de streaming, Netflix, tornando-se uma grande concorrente das produções americanas.

A série ganhou muito destaque ao longo dos últimos anos pelo fato de quebrar barreiras filosóficas e de ficção científica, além de trazer uma cultura totalmente nova do que já estávamos acostumados ver nas telas. Outro fato interessante é a capacidade de ligar as histórias. 

Resumo

A série se passa basicamente em três períodos históricos. O primeiro é em 2019; depois que o jovem  Mikkel Nielsen (Daan Lennard Liebrenz), desaparece na floresta ainda no primeiro episódio da primeira temporada. 

Mikkel é filho do policial Ulrich Nielsen (Oliver Masucci), um homem que já havia sofrido com o desaparecimento de seu irmão mais novo, Madds, 33 anos antes. Mikkel foi parar em 1986 e, como o tempo inicial da série é 2019, ele regrediu 33 anos na linha temporal. 

Esses 33 anos, aliás, são um tempo recorrente e importante ao longo de toda a trama.

Até aí já temos dois períodos; o terceiro é em 1953, 33 anos antes de 1986. Essa nova volta no tempo se dá quando o pai de Mikkel viaja no tempo à procura do filho. 

Logo mais na segunda temporada vamos ter uma nova linha de tempo, só que dessa vez não é mais no passado, mas no futuro, quando um dos personagens principais da trama, Jonas Kahnwald (Louis Hofmann) viaja no tempo.

Já temos os períodos em que a série se passa, mas há uma pergunta - como eles voltam no tempo? Poderíamos dizer apenas máquina tempo, mas seria muito clichê já que em todas as histórias de viagem no tempo nos levam à um objeto em comum. De fato, há sim uma máquina que lhes permite viajar no tempo, no entanto, em Dark há uma passagem escondida dentro de uma caverna na cidade onde se passa à série, que lhes permite voltar e avançar 33 anos na passado e no futuro.

Produção 

Como já foi dito, Dark é uma série alemã. A história se desenvolve na cidade fictícia de Winden, na Alemanha. Os fatos que ocorrem na série devido aos trabalhos humanos em uma usina nuclear, fundada na cidade no período de 1953. Além disso, um ponto importante a se destacar que leva Dark ser uma série bastante repercutida é que ela quebra barreiras. A linha histórica, o confronto entre a ciência e à religião e o mais importante, as tecnologias criadas para suprir as necessidades humanas que os levam à catástrofe.

A produção já foi considerada neste ano de 2020, antes do lançamento da última temporada, a melhor série da Netflix, batendo, inclusive, a série Stranger Things, que muitos dizem ser produções bem parecida. O título foi escolhido em votação popular no site Rotten Tomatoes, que agrega críticas sobre filmes e séries para dar vereditos sobre as produções. Mais de 2,5 milhões de usuários votaram e 80% dos votantes escolheram Dark para o título de melhor produção do serviço de streaming.

Deixe seu comentário