Escolas municipais de Teresina ajudarão alunos a lidar com emoções


Foto: Reprodução/web Escolas municipais de Teresina tem nova modalidade
Escolas municipais de Teresina tem nova modalidade

Um novo programa da Prefeitura de Teresina, em parceria com o Instituto Ayrton Senna (IAS), planeja trabalhar com alunos suas mais variadas emoções. A Secretaria Municipal de Educação (Semec) lançou hoje (30) o Programa Diálogos Socioemocionais, que vai atrelar os conhecimentos cognitivos às competências emocionais dos jovens.

A ação será implementada inicialmente em 15 unidades de ensino, sendo seis de tempo integral, com turmas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. A missão dos professores é ensinar aos alunos como lidar com as frustrações, ter resiliência diante das dificuldades, aprimorar a empatia, entre outros valores.

O secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, explica que o programa faz parte do processo de implementação do novo currículo de Teresina. “Já estamos trabalhando as competências socioemocionais como base no ensino nas escolas, pensando o aluno em sua totalidade. O programa em parceria com o Instituto Ayrton Senna chega para ampliar essa estratégia, apoiando o aluno em seu projeto de vida a partir da construção de conhecimentos cognitivos e sociemocionais”, afirmou.

Além de importantes para a vida em sociedade, os valores trabalhados em sala de aula devem ajudar no aprendizado. A coordenadora da reformulação do currículo no município, que também é pedagoga e psicóloga, Celina Lira, afirma que as emoções interferem diretamente na aprendizagem. “Nossa expectativa é de que todos os elementos juntos sejam bússola para resultados ainda melhores. O impacto vai ser bastante positivo, estamos institucionalizando a educação integral como algo real”, disse.

Teresina quer educação integral

Para levar a ação às unidades de ensino, a Semec vai contar com a experiência da 3GEN Gestão Estratégica, uma empresa de consultoria e educação. O grupo de parceiros tem como foco a construção de conhecimento onde o destaque é a formação humana dos indivíduos.

Na prática, as lições de matemática, português, ciências e outras disciplinas estarão alinhadas com ensinamentos sobre disciplina, foco, autogestão, empatia e etc. “Isso é educação integral, a união de forças pela formação completa do aluno, inclusive, contando com a família”, comentou o diretor Kleytton Halley dos Santos, da Escola Municipal Ofélio Leitão.

A gerente de projetos do IAS, Marina De Cuffa, conta que é um desafio animador para o Instituto. “Finalmente estamos indo fundo no grande conceito do que é educação, colocando professor e estudante em conexão para que dialoguem sobre as competências socioemocionais. Inicialmente estamos mostrando aos gestores a visão educacional que embasa esse processo, logo passaremos para os encontros operacionais”, anunciou.

Para Diógenes Meireles, diretor da Escola Municipal Mocambinho, o maior ganho será ensinar o jovem a aplicar o conhecimento científico em atitudes de benevolência para a sociedade. “Acredito que possamos contribuir com a vida em sociedade a partir do diálogo com os alunos sobre seus sentimentos cotidianos, como raiva, alegria e tristeza”, opinou.

Fonte: Prefeitura de Teresina

Deixe seu comentário