Estudantes de Universidades e Instituições de Teresina protestam contra cortes

Na tarde de ontem, estudantes da Universidade Federal do Piauí se concentraram em frente à instituição em protesto aos cortes na educação.

Por volta das 17h da tarde desta terça-feira, estudantes da Universidade Federal do Piauí se reuniram em protesto na frente do portal da instituição. A manifestação contou com a presença de professores e líderes de movimentos estudantis, além de uma banda local que se apresentou durante o protesto.

Foto: Nathalia CarvalhoManifestação na UFPI
Alunos levantam bandeira em protesto

O protesto foi pacífico, a concentração iniciou na saída do Centro de Ciências da Educação (CCE) indo rumo ao portal, cartazes e bandeiras estampavam o desejo dos estudantes de continuar tendo acesso ao ensino. Frases como “a educação não é mercadoria”, “militar para mim é verbo” estavam por toda parte como crítica à situação atual na educação e a gestão do governo de Bolsonaro.

Os estudantes protestam contra a decisão do governo de Jair Bolsonaro na qual o Ministério da Educação (MEC) anunciou no dia 30/04 cortes orçamentários de 30% equivalentes a R$ 5,8 bilhões em todas as universidades do país. Antes da decisão final, o ministro da educação Abraham Weintraub havia ameaçado o corte em três universidades, a Universidade Federal de Brasília (UnB), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA), alegando que elas foram categorizadas com baixo desempenho acadêmico e por estarem promovendo “balbúrdia” e evento ridículo em seu câmpus.

Universidades e instituições afetadas de todo o país vieram a público em nota lamentando os cortes e informando seu período de funcionamento, muitas delas só funcionarão até o fim deste ano, o que prejudica a formação de estudantes e a continuidade da educação pública, já que o governo também fala em privatizações.

Na tarde de ontem, os estudantes da Universidade Federal do Piauí realizaram o ato em prol de mostrar resistência às decisões do mandato de Bolsonaro que se mostram prejudiciais para a educação brasileira, o grupo também protesta pela reforma da previdência que engloba a aposentadoria tardia visando economia para o governo.

Foto: Nathalia CarvalhoMovimentação na entrada da Universidade
Movimentação na entrada da Universidade
Foto: Nathalia CarvalhoGrande concentração na avenida
Grande concentração na avenida

Na manhã desta quarta-feira (15), estudantes de todo o país irão para as ruas em um ato geral contra os cortes orçamentários na educação. O Fórum Pelos Direitos e Liberdades Democráticas do Piauí que vem coordenando as manifestações em Teresina divulgou a programação de hoje, confira:

Concentrações:

1- Concentração da maioria das entidades no INSS às 9 h.

2- Concentração de trabalhadores e estudantes do IF na frente do IFPI

3-  Mobilização de alunos do liceu

4- Passeata de trabalhadores e estudantes vindos de Timon

5- Assembleia/concentração de servidores municipais na Praça da Bandeira.

Percurso da passeata, a partir das 10 horas:

a) INSS

b) Palácio da Cidade (onde será unificada com municipais)

c) Álvaro Mendes

d) Banco do Brasil

e) Prédio dos Correios

f) Palácio de Karnak

g) Frei Serafim até o Cruzamento com a Coelho de Resende

h) Retorno até à Praça da Liberdade onde encerraremos a Manifestação pela manhã.

Fonte: Redação

Deixe seu comentário