Estudo de idiomas na infância desenvolve cognição das crianças

O aprendizado ainda estimula interesse por outras áreas, como a música.
Por Redação Verdes Campos Sat 27 de Janeiro de 2021 às 10:37

Foto: Reprodução/ Ascom Estudo de idiomas na infância desenvolve cognição das crianças.
Estudo de idiomas na infância desenvolve cognição das crianças.

É de conhecimento geral que as crianças são curiosas e fascinadas por novidades, sendo assim naturalmente estimuladas a reterem novos conhecimentos. Incentivar o bom desenvolvimento cognitivo dos pequenos é fundamental para garantir ótimo desempenho na vida pessoal. E como elas absorvem tudo com muita facilidade nas primeiras fases da vida, iniciar o estudo de outras línguas é uma escolha que traz muitos benefícios a curto, médio e longo prazo.

De acordo com estudos do MIT (Massachusetts Institute of Technology), na infância é mais fácil fixar conceitos de gramática da língua inglesa. Ao iniciar ainda nessa fase, as crianças aprendem o novo idioma em paralelo com o português. E ao contrário do que muitos pensam: começar o aprendizado cedo não atrapalha o aprimoramento da língua nativa. Na verdade, os pequeninos passam a ter facilidade para se comunicar muito bem nos dois idiomas.

E não é só isso. A aprendizagem de línguas também pode incentivar os pequeninos a desbravarem outras áreas, como a música. Esse é o caso da Railena Ribeiro, 10 anos. Ela é cantora e sempre teve bastante vontade de aprender inglês. Antes de iniciar os estudos em uma escola de idiomas, conta que buscava conteúdos na internet para aprender. “Eu venho de uma escola pública. Sempre quis aprender porque quando eu for mais velha, vou ser fluente. Gosto muito de todos os assuntos e vai me ajudar bastante a cantar”, externa.
 
Para Luciana Dantas, professora de inglês, quanto antes colocar como peça importante na vida das crianças o aprendizado de línguas, melhores são os resultados. “Há mais facilidade para compreender e guardar novas informações, por isso elas não sentem dificuldade e logo aprendem o idioma muito bem, agilizando assim processo de fluência ao chegar na fase adulta.  Os benefícios são inúmeros, como apontam diversos estudos”, explica a educadora. 
 
Como há muito estímulo do cérebro, aprender línguas também ajuda em outras matérias escolares, já que o raciocínio, percepção e facilidade para guardar mais informações são bastante exploradas. As vantagens são inúmeras e a criançada vai sempre expandir os saberes.

Deixe seu comentário