Fatores que podem ocasionar riscos e complicações em uma cirurgia plástica

Em razão disso, é que se torna necessário o acompanhamento de um especialista da área, que em qualquer tipo de intercorrência pode atuar de maneira mais eficaz, a fim de minimizar os impactos para os pacientes.
Por Redação Verdes Campos Sat 10 de Setembro de 2021 às 16:15

Foto: Reprodução / Internet Fatores que podem ocasionar riscos e complicações em uma cirurgia plástica
Fatores que podem ocasionar riscos e complicações em uma cirurgia plástica

Apesar da cirurgia plástica no Brasil estar cada vez mais comum e acessível, ainda se trata de um procedimento cirúrgico que envolve uma série de cuidados e riscos específicos. Por isso, toda intervenção estética, das mais simples até as mais complexas, devem ser realizadas em ambiente hospitalar por um profissional habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Vários tipos de riscos podem acontecer durante ou depois da execução de um procedimento cirúrgico estético, entre eles estão as reações alérgicas a medicamentos ou anestesia, sangramentos, infecções e outros. Em razão disso, é que se torna necessário o acompanhamento de um especialista da área, que em qualquer tipo de intercorrência pode atuar de maneira mais eficaz, a fim de minimizar os impactos para os pacientes.

O médico cirurgião plástico William Machado explica que além do acompanhamento médico adequado, os pacientes também devem manter uma série de recomendações para que não hajam interferências no bom andamento do procedimento cirúrgico. "Somente o cuidado médico não é necessário, os pacientes também devem seguir a fio nossas recomendações. Por exemplo, quem tem doenças crônicas como a diabetes ou hipertensão precisa, antes da cirurgia, controlar os níveis da doença para que ela não ocasione nenhuma complicação cirúrgica", disse William Machado.

Além disso, o paciente, antes da cirurgia, deve esclarecer todas as dúvidas em relação à intervenção cirúrgica com o especialista, bem como ser transparente em informar se faz uso continuo de algum medicamento, se consome com frequência bebidas alcoólicas e cigarro ou se tem alguma comorbidade aparente. O cirurgião plástico William Machado ressalta a importância das consultas e exames pré-operatórios, nos quais são checadas todas essas informações dos pacientes.

"Para que tudo ocorra bem, durante e depois da cirurgia plástica, é indispensável a realização correta das consultas e exames pré-operatórios, pois é nesse momento que é averiguado todas as condições físicas dos pacientes para a realização do procedimento estético. Já aconteceram casos em que precisamos adiar a data da cirurgia de alguns pacientes, seja porque ele estava acima do peso ou as taxas dos exames de glicemia e do eletrocardiograma deram alteradas. Infelizmente, nesses casos não tem o que fazer, pois é a saúde e vida do paciente que está em questão", finaliza o cirurgião plástico William Machado.

Deixe seu comentário