Feira agroecológica da SDR tem produtos sem agrotóxicos

Universitários desenvolvem projetos para possível aplicação com horticultores

Foto: Reprodução / Internet Feira agroecológica da SDR tem produtos sem agrotóxicos
Feira agroecológica da SDR tem produtos sem agrotóxicos

Os teresinenses que passam pela praça Rio Branco tem a opção de comprar  hortaliças, verduras e legumes que são produzidos sem agrotóxicos pelos pequenos horticultores de diversas comunidades rurais. A cada 15 dias e sempre às sextas-feiras pela manhã é realizada a feira agroecológica com o apoio e a supervisão da Superintendência de Desenvolvimento Rural de Teresina (SDR).

Quem fez a opção por produtos saudáveis é o contador Antonio Marcos. Ele faz compras na feira da praça Rio Branco e também na feira realizada na UFPI. “Percebo que as verduras e legumes por serem frescos tem sabor mais acentuado, tem mais durabilidade e estou contribuindo com a saúde da minha família porque os produtos são cultivados sem agrotóxicos”, diz.

A estudante de nutrição Saira Alves  da Silva estava na feira para desenvolver trabalho acadêmico que pode contribuir com melhor aproveitamento principalmente de frutas com a produção de doces. “É um estudo que se for executado pode incentivar a produção de novos produtos”, diz.

O horticultor Francisco Alves da Costa, da localidade Serra do Gavião, além de frutas e legumes vende doces de frutas. “É uma produção com as frutas da época e também fazemos cajuína”, diz.

Projeto vai aumentar produção

Serão beneficiadas 1.396 famílias de horticultores com o projeto de Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura Agroecológica e Produção Orgânica de Hortaliças. Nesse sentido dia 29 de março passado foi assinado convênio entre a Fundação Banco do Brasil (FBB) e a Prefeitura de Teresina por meio da Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR). O valor é de R$ 2.301.659,87, sendo R$ 2 milhões da FBB e R$ 331.659,87 de contrapartida do município.

Por meio desse projeto os horticultores de Teresina receberão benefícios com obras de estruturação, aquisição de equipamentos e cursos de capacitação para facilitar e expandir a produção.

Fonte: Prefeitura de Teresina

Deixe seu comentário