Governo inaugura primeiro Instituto de DNA Forense do Piauí

A partir de agora será possível fazer exames com provas coletadas no local do crime

Foto: Foto: reprodução/instagram “Com os equipamentos de última geração adquiridos pra o IDNA.”, afirmou o secretário de Segurança, Fábio Abreu
“Com os equipamentos de última geração adquiridos pra o IDNA.”, afirmou o secretário de Segurança, Fábio Abreu

O Governo do Estado inaugurou na manhã desta segunda-feira (11), o primeiro Instituto de DNA Forense (IDNA) do Piauí. A sede do instituto fica localizada no bairro Porenquanto, Centro/Norte da capital.

Segundo o governo do Estado, o instituto será ligado ao Departamento de Polícia Técnico-Científica da Polícia Civil e está sendo implementado com o auxílio do Ministério da Justiça, por meio do Projeto de fortalecimento da rede integrada de perfis genéticos objetivando produzir a prova pericial baseada nas tecnologias de genética forense e instituir o Banco Estadual de Perfis Genético.

Foram investidos mais de R$ 400 mil no prédio de 20 salas e só em equipamentos de última geração foi investido R$ 3 milhões. Com a inauguração do Instituto de DNA Forense, o estado será capaz de processar as amostras advindas do local de crime e provenientes de coletas realizadas no Instituto de Medicina Legal.

De acordo com o secretário da segurança Fábio Abreu, a partir de agora será possível fazer exames com provas coletadas no local do crime. Além disso, fazer comparação em corpos carbonizados e colocar amostras no banco de DNA. Dessa forma facilitará a identificação dos criminosos logo de imediato.

A coordenadora do laboratório, Adilana Gomes, enfatizou que o local foi estruturado dentro das normas exigidas e as salas atendem às exigências quanto à contaminação. “Temos uma sala para cada processo na coleta do DNA respeitando o padrão de fluxo de trabalho, assim evitamos que qualquer tipo de contaminação possa ocorrer”, garantiu.

Fonte: *Com informações do Governo do Estado do Piauí

Deixe seu comentário