Grécia ratifica entrada da Macedônia do Norte na OTAN

Com esta última etapa, põe-se fim a uma disputa que durou 27 anos, por causa do nome da província grega da Macedônia

Foto: Reprodução / internet Grécia ratifica entrada da Macedônia do Norte na OTAN
Grécia ratifica entrada da Macedônia do Norte na OTAN

A Grécia se tornou nesta sexta-feira (08) o primeiro país a ratificar a entrada da Macedônia do Norte na OTAN.A decisão veio depois de ter sido resolvida a disputa sobre o nome macedônio, que dividiu Atenas e Skopje por mais de um quarto de século.



A ratificação foi aprovada no parlamento com 153 votos a favor, dos quais 145 do partido no poder, o Syriza, e outros oito de parlamentares independentes.



Durante o debate, o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, deu as boas-vindas à Macedônia do Norte à aliança e enfatizou que a ratificação do protocolo de adesão da OTAN é um "dever patriótico".



Tsipras criticou o líder do principal partido de oposição, o conservador Nova Democracia, Kyriakos Mitsotakis, por não ter apoiado a decisão.



O Governo de Atenas enviará agora a Skopje uma notificação sobre a ratificação da sua adesão à OTAN. Depois, o executivo da Macedônia informará a ONU, as outras organizações internacionais e todos os Estados que o novo nome do país é República da Macedônia do Norte.



Com esta última etapa do longo processo de negociação e ratificação do chamado Acordo de Prespa - nome do lago na fronteira dos dois países, onde foi assinado - que durou mais de um ano, põe-se fim a uma disputa que durou 27 anos, por causa do nome da província grega da Macedônia.



A República da Macedônia do Norte é independente desde 1991, sob a designação provisória de Antiga República Jugoslava da Macedônia (FYROM, na sigla em inglês).

Deixe seu comentário