HGV realiza mais de 9 mil cirurgias em 2020 mesmo com a pandemia

A maior parte da demanda de cirurgias do Hospital Getúlio Vargas são na área de ortopedia.

Foto: Reprodução/ Ascom HGV realiza mais de 9 mil cirurgias em 2020 mesmo com a pandemia.
HGV realiza mais de 9 mil cirurgias em 2020 mesmo com a pandemia.

Apesar da suspensão de cirurgias eletivas devido à pandemia da Covid-19, o Hospital Getúlio Vargas (HGV) conseguiu realizar 9.424 cirurgias no ano de 2020. Os dados são do Relatório do Centro Cirúrgico do HGV.

Segundo o novo diretor-geral do HGV, o cirurgião ortopédico Osvaldo Mendes, a meta é ampliar o volume cirúrgico em 2021 para retomar os procedimentos que não foram realizados no ano passado devido à pandemia. “Vamos montar estratégias, de acordo com orientação da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), que gerencia o hospital, para intensificar o número de cirurgias, realizando mutirões e ocupando todas as lacunas existentes no centro cirúrgico com o objetivo de compensar o que não foi feito em 2020”, declarou o gestor.

Segundo ele, a maior parte da demanda de cirurgias do HGV são na área de ortopedia. Das 1.090 cirurgias realizadas em dezembro de 2020, 270 foram ortopédicas.

Osvaldo Mendes explica que, apesar da pandemia, os acidentes de trânsito continuam acontecendo e as vítimas lotam os hospitais. “Temos observado que os traumas de trânsito, que  tinham sido reduzidos nos meses de pico da Covid-19, agora retornaram e isso é preocupante, pois congestiona os hospitais”, destaca o diretor.

Deixe seu comentário