HGV realiza mutirão cirúrgico de ortopedia neste sábado (9)

A ortopedia é uma das especialidades de maior demanda cirúrgica no hospital.

Foto: Reprodução/Internet A ortopedia é uma das especialidades de maior demanda cirúrgica no hospital.
A ortopedia é uma das especialidades de maior demanda cirúrgica no hospital.

Com previsão de beneficiar 30 pacientes eletivos do Ambulatório Integrado Dirceu Arcoverde e da urgência, o Hospital Getúlio Vargas (HGV) abre, neste sábado (9), a programação de mutirões cirúrgicos do mês de junho com uma ação em ortopedia, uma das especialidades de maior demanda no HGV. Das 5.324 cirurgias realizadas pelo hospital de janeiro a maio deste ano, 1.322 foram ortopédicas, que corresponde a 24,83.%.

Estão programados procedimentos para colocação de próteses, tratamento de infecções e de fraturas de membros superiores como mão e punho; além de traumas de membros inferiores como tíbia, fêmur, joelho, dentre outros.

A diretora-geral do HGV, Fátima Garcêz, diz que essas ações acontecem de forma regular para acelerar os atendimentos e otimizar os serviços. “É um esforço para buscar equacionar a demanda reprimida cirúrgica em algumas especialidades, conforme orientação da Fundação de Serviços Hospitalares (Fepiserh)", pontua Garcêz.

Para o presidente da Fepiserh, Rafael Neiva, os mutirões têm alcançado resultados positivos, pois reforçam o total geral de cirurgias realizadas pelo hospital e dão resolutividade aos problemas de saúde de muitos pacientes. "Essas ações continuadas aceleram o processo de atendimento, fazendo com que as filas andem, principalmente nas especialidades de maior demanda, como é o caso da ortopedia", pontua o gestor.

Deixe seu comentário