Homem suspeito de exploração sexual infantil é preso em operação da Polícia Civil

A Polícia Civil do Ceará cumpriu quatro mandados de busca e apreensão por conta da Operação Luz na Infância
29 de Março de 2019 às 08:59

Foto: Reprodução/web Homem suspeito de praticar exploração sexual infantil é preso por exploração sexual infantil, em Fortaleza
Homem suspeito de praticar exploração sexual infantil é preso por exploração sexual infantil, em Fortaleza

Um homem de 43 anos foi preso em flagrante, nesta quinta-feira (28), suspeito de abusar e explora sexualmente crianças e adolescentes na internet. A ação ocorreu no Bairro Aldeota, em Fortaleza, e faz parte da 4ª fase da Operação Luz na Infância, ação nacional que apura crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

A Polícia Civil autuou o suspeito nos artigos 241 A e B do Estatuto da Criança e Adolescente, por ele distribuir e armazenar conteúdo pornográfico envolvendo menores de idade.

A prisão foi efetuada após equipes da Polícia Civil do Ceará cumprirem quatro mandados de busca e apreensão da quarta fase da Operação Luz na Infância. A força-tarefa nacional é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MSP), que visa combater a pornografia infantil. A Delegacia de Combate à Exploração da Criança e Adolescente (Dceca) ficou à frente das ações realizadas em Fortaleza.

Nos quatro endereços onde foram cumpridos os mandados, a polícia apreendeu discos rígidos, gabinete de computador, pen drives, notebooks, HD externos e aparelhos celulares. Um desses locais era um estabelecimento comercial, onde alguns dos clientes utilizavam a rede wi-fi para acessar conteúdo pornográfico infantil. O proprietário disse que informava a senha a todos os seus consumidores.

O acesso ao conteúdo pornográfico da rede do estabelecimento está sendo analisado a fim de identificar mais um suspeito de distribuir conteúdo pornográfico. A titular da Dceca, delegada Aline Moreira, alerta os donos de comércios, restaurante, bares, entre outros, sobre os riscos de compartilhar a conexão sem a devida verificação.

Além disso, um outro homem, também alvo da operação, foi detido com munições de arma de fogo de calibres variados. Ele vai responder por posse de munição de uso restrito.

Nas outras fases da Operação Luz na Infância realizadas no Ceará, a polícia prendeu 13 pessoas e diversos equipamentos eletrônicos com conteúdo pornográfico infantil foram apreendidos. A primeira fase ocorreu em outubro de 2017, a segunda em maio de 2018, e a terceira em novembro daquele mesmo ano.

Operação Nacional

Até as 16 horas de hoje, 136 pessoas foram detidas em flagrante em outras unidades da federação. Também foram apreendidos nesses estados materiais contendo pornografia infanto-juvenil. Mais de 1.500 policiais em todo País participaram da operação.

Fonte: G1 Ceará

Deixe seu comentário