IBGE: Piauí é o segundo estado que mais realiza testes para Covid-19

O Piauí fica atrás apenas do Distrito Federal

Foto: Divulgação/IBGE Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD)
Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD)

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada ontem, primeiro de dezembro, aponta que Piauí é o segundo estado brasileiro que mais testa pessoas para a Covid-19, sendo 19,1%, ficando atrás apenas do Distrito Federal, que testou 23,9% dos seus habitantes.

Depois do Piauí, vem o estado de Goiás, com 18,9%. Os menores percentuais foram registrados em Pernambuco (7,9%), Acre (7,9%) e em Minas Gerais (9,3%).

Em agosto, quando os primeiros resultados começaram a ser divulgados, 17,9 milhões de brasileiros haviam feito algum teste para a Covid-19, desses, 3,9 milhões haviam recebido o diagnóstico positivo para a doença.

Já em outubro, o número subiu para 25,7 milhões de pessoas e cerca de 5,7 milhões testaram positivo para doença, o que corresponde a 22,4% das pessoas que fizeram teste e 2,7% da população.

Testes no Piauí

No Piauí, os testes para Covid-19 começaram a ser feitos em março, quando os primeiros casos da doença apareceram no estado. 

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), só Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí (Lacen) contabilizou 100.251 exames do tipo RT-PCR para identificar o novo coronavírus. Por dia, o laboratório faz em média de 800 a mil testes. 

Testes mais realizados no Brasil

De acordo com o PNAD, os testes mais realizados são o teste rápido, onde é feito a coleta de sangue por meio de um furo no dedo, com 11,4 milhões, e o SWAB, onde é utilizado cotonete para coletar amostras na boca e/ou nariz, com 10,7 milhões. Além desses, a pesquisa ainda registrou 7,4 milhões de testes feitos por meio da retirada de sangue na veia do braço.

Fonte: IBGE e Sesapi

Deixe seu comentário