Idosa de 65 anos é morta com sinais de espancamento

Vítima identificada apenas como Maria Antônia foi encontrada morta no final de semana dentro de sua casa no bairro União, situado em Coroatá.

Foto: Reprodução / Internet Raimunda Ferreira Lima, de 81 anos, morreu na noite de terça-feira (23) no Hospital Macrorregional de Coroatá
Raimunda Ferreira Lima, de 81 anos, morreu na noite de terça-feira (23) no Hospital Macrorregional de Coroatá

Uma idosa identificada apenas como Maria Antônia, de 65 anos, foi encontrada morta com sinais de espancamento no final de semana no bairro União, situado no município de Coroatá, a 260 km de São Luís.

Segundo a polícia, que apura as circunstâncias do crime, a idosa foi achada sem vida dentro da sua própria casa com sinais de extrema violência. A polícia investiga se ela foi ou não abusada sexualmente, já que foi achado sangramento nas partes íntimas da vítima. Até o momento ninguém foi preso.

De acordo com a polícia, este é o segundo caso de violência contra idosos que aconteceu na cidade em menos de um mês. O caso anterior é de Raimunda Ferreira Lima, 81, que morreu no Hospital Macrorregional de Coroatá após sete dias internada em virtude dos graves ferimentos.

Na ocasião, ela e o marido, que sobreviveu, também tiveram a casa invadida por bandidos que procuravam o dinheiro da aposentadoria deles. O crime aconteceu no Povoado Macaúba, na zona rural de Coroatá. Na ocasião, eles foram espancados brutalmente e ela não resistiu aos ferimentos.

Fonte: G1 MA

Deixe seu comentário