Instrutora de ioga é encontrada viva após 2 semanas perdida em floresta no Havaí

Amanda Eller, de 35 anos, estava desaparecida desde o dia 9, depois de se machucar e se perder na floresta de Makawao, na ilha de Maui.

Foto: Reprodução / Web A professora de ioga Amanda Eller
A professora de ioga Amanda Eller

Uma professora de ioga de 35 anos, que estava desaparecida há mais de duas semanas depois de uma escalada no Havaí, foi encontrada viva nesta sexta-feira (24), informaram as redes de televisão americanas NBC e CNN.

Amanda Eller foi achada na floresta de Makawao, na ilha de Maui, e foi levada a um hospital de helicóptero, de acordo com uma publicação feita no Facebook em uma página dedicada a encontrá-la.

Javier Cantellops, um dos socorristas, disse à CNN que Eller estava andando descalça em uma ravina entre duas cachoeiras, agitando os braços para a equipe. Segundo ele, Amanda perdeu cerca de 7kg, mas parece bem de saúde. Outro socorrista, Chris Berquist, contou que ela estava procurando comida quando a encontraram.

Durante a escalada, Amanda se machucou e se perdeu. Ela foi dada como desaparecida no dia 9 de maio.

O helicóptero usado no resgate de Amanda, de uso privado, foi obtido graças a doações feitas por várias pessoas, de acordo com a página criada no Facebook para resgatá-la.

Foto: Reprodução / WebFotos do local onde Amanda foi encontrada, de acordo com a página criada no Facebook para resgatá-la
Fotos do local onde Amanda foi encontrada, de acordo com a página criada no Facebook para resgatá-la

"Este é o lugar onde resgatamos Amanda e os três homens que a acharam de dentro do helicóptero. O helicóptero que vocês compraram", diz a publicação, que mostra duas fotos do local onde ela foi achada.

"Eu não consigo nem expressar, estou tão agradecida", disse Julia, a mãe de Amanda, a uma afiliada da NBC.

Fonte: G1

Deixe seu comentário