Investigado pela polícia tenta subornar delegado com R$ 10 mil

Agentes filmaram a proposta do suspeito e prenderam o detento por corrupção ativa e posse ilegal de arma de fogo.

Foto: Reprodução/ Polícia Civil do Ceará Ainda de acordo com a Polícia Civil, Francisco Dener tem antecedentes criminais por tráfico de drogas, homicídios e receptação.
Ainda de acordo com a Polícia Civil, Francisco Dener tem antecedentes criminais por tráfico de drogas, homicídios e receptação.

Um suspeito de tentativa de homicídio tentou subornar o delegado titular do 17º Distrito Policial de Fortaleza, Carlos Eduardo, enquanto o policial o interrogava pela participação no crime que aconteceu. A tentativa de suborno ocorreu na sexta-feira (7) e foi gravada em vídeo, divulgado nessa terça-feira (11).

Conforme a Polícia Civil, Francisco Dener Pereira Nojosa, de 31 anos foi autuado por corrupção ativa ao oferecer cerca de R$ 10 mil e armamento ao agente para não ser indiciado pela tentativa de homicídio, crime ocorrido no Bairro Padre Andrade.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, Francisco Dener tem antecedentes criminais por tráfico de drogas, homicídios e receptação. Ele estava detido na Delegacia de Capturas, no Bairro José Bonifácio. Ao ser encaminhado ao 17º Distrito Policial (DP) para prestar depoimento sobre o crime, o suspeito tentou subornar o titular da distrital, o delegado Carlos Eduardo.

'Vocês ficam vasculhando a minha casa'

No vídeo, é possível ouvir o detento e o agente conversando sobre a suposta negociação que envolvia a compra do delegado, pela quantia em dinheiro e uma arma de fogo. Segundo a polícia, Francisco Dener planejou levar os agentes até a própria residência, no Bairro Floresta, onde a então propina estava guardada.

Em um dos trechos da gravação, Francisco Dener fala: “Vocês ficam vasculhando a minha casa como se estivessem procurando alguma coisa.” Em seguida, ele interroga o delegado sobre a sua soltura: “Vamos sair, né, doutor? Por que eu tenho meus filhos para criar.”

Após o depoimento, de acordo com a polícia, os agentes e o detento foram até a propriedade. Lá, após oferecer a propina aos policiais, Francisco recebeu voz de prisão. Ao ser encaminhado para o 7° Distrito Policial (DP), no Bairro Pirambu, o suspeito foi autuado por corrupção ativa e posse ilegal de arma de fogo.

A polícia investiga a participação de outras duas pessoas na tentativa de homicídio. Conforme a Polícia Civil, a arma de fogo apreendida foi encaminhada para o Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Fonte: Com informações do G1CE

Deixe seu comentário