Irã liberta casal de blogueiros australianos, presos por usarem drone

Processo de negociação foi 'sensível', afirma governo da Austrália. Outra vítima, do mesmo país, segue presa.

Foto: Reprodução / Web Ministra Marise Payne afirma que casal australiano foi libertado
Ministra Marise Payne afirma que casal australiano foi libertado

Um casal de blogueiros australianos que estava detido no Irã foi libertado, segundo a ministra das Relações Exteriores da Austrália, Marise Payne.

Jolie King e Mark Firkin, da cidade de Perth, documentavam nas redes sociais uma viagem até a Inglaterra, que já durava dois anos. Há três meses, as publicações pararam subitamente. Eles haviam sido presos perto da capital iraniana, por supostamente terem pilotado um drone perto de instalações militares em Jajrood, no Teerã. A intenção era tirar fotos para um blog.

De acordo com Payne, a libertação do casal ocorreu após "sensíveis negociações" com as autoridades iranianas. "Estão prontos para retornar à Austrália e se reunir com seus familiares", disse a diplomata, neste sábado (5). Ela afirma que King e Firkin estão "animados e gozam de boa saúde".

Caso de professora não avança

A situação da também australiana Kylie Moore-Gilbert, professora da Universidade de Melbourne e detida no Irã, é mais complexa, disse Payne. Ela está há quase um ano na prisão, após publicar trabalhos sobre revoltas árabes e governos autoritários. É formada em Cambridge e lecionou estudos islâmicos na Universidade de Melbourne.

Neste caso, "ela enfrentou o sistema legal iraniano, sendo condenada e sentenciada", destacou a chanceler. A pena da professora é de 10 anos.

O governo australiano afirma que continua buscando uma negociação com o Irã para libertar a vítima.

Fonte: G1

Deixe seu comentário