Juiz federal adia decisão sobre fiança do milionário Jeffrey Epstein

Acusado de tráfico sexual de menores pediu para pagar fiança para aguardar sentença em prisão domiciliar, mas Justiça ainda não decidiu.

Foto: Reprodução/ web Jeffrey Epstei em 2008, durante uma audiência em uma corte de Justiça
Jeffrey Epstei em 2008, durante uma audiência em uma corte de Justiça

Jeffrey Epstein, o milionário acusado de tráfico sexual de menores, permanecerá na prisão enquanto aguarda o julgamento. O juiz federal de Nova York que conduz seu caso adiou a decisão sobre um pedido de fiança.

O magistrado alegou, nesta segunda (15), que precisa de mais tempo para avaliar os documentos.

O juiz Richard Berman, de uma corte federal de Manhattan, pode informar sua decisão na próxima quinta-feira (18). Ele deu essa indicação durante uma audiência para a fiança realizada nesta segunda (15), na qual os advogados do milionário pediram que seu cliente permaneça em prisão domiciliar antes do julgamento.

Os advogados tentam tirá-lo da prisão federal, na qual está desde o dia 6 de julho, e permaneça sob prisão domiciliar após pagar uma fiança de US$ 77 milhões (R$ 288,75 milhões), pela qual ofereceu como garantia sua mansão no Upper East Side, avaliada no mesmo valor, assim como seu avião particular.

O magistrado alegou, nesta segunda (15), que precisa de mais tempo para avaliar os documentos.

O juiz Richard Berman, de uma corte federal de Manhattan, pode informar sua decisão na próxima quinta-feira (18). Ele deu essa indicação durante uma audiência para a fiança realizada nesta segunda (15), na qual os advogados do milionário pediram que seu cliente permaneça em prisão domiciliar antes do julgamento.

Os advogados tentam tirá-lo da prisão federal, na qual está desde o dia 6 de julho, e permaneça sob prisão domiciliar após pagar uma fiança de US$ 77 milhões (R$ 288,75 milhões), pela qual ofereceu como garantia sua mansão no Upper East Side, avaliada no mesmo valor, assim como seu avião particular.

Fonte: G1

Deixe seu comentário