Justiça da Espanha condena líderes separatistas da Catalunha

Penas vão de 9 a 13 anos; houve protestos contra a decisão da Justiça em Barcelona.

Foto: Foto: reprodução/web Manifestantes protestam contra condenação de líderes separatistas na Catalunha, no dia 14 de outubro de 2019
Manifestantes protestam contra condenação de líderes separatistas na Catalunha, no dia 14 de outubro de 2019

Suprema Corte da Espanha condenou nove líderes separatistas da Catalunha nesta segunda (14). As penas são de 9 a 13 anos por sedição –eles participaram de uma tentativa para tornar a região independente.

Houve protestos em Barcelona por causa da decisão da Justiça.

Três outros acusados que também estavam sendo julgados por seu envolvimento em um referendo foram condenados por desobediência, e não a uma pena na cadeia.

Todos foram absolvidos da acusação mais grave, a de rebelião, mas os líderes separatistas criticaram a decisão da corte e enviaram mensagens de confronto, pedindo para que as pessoas fossem às ruas.

O antigo chefe do governo regional da Catalunha, Carles Puigdemont, disse que as sentenças são uma atrocidade, e o líder do parlamento regional, Roger Torrent, as classificou como um ataque à democracia.

Em Barcelona, as ruas foram bloqueadas por manifestantes com cartazes que pediam liberdade aos presos políticos.

Fonte: G1

Deixe seu comentário