Ladrões roubam 2 milhões de euros em joias de castelo na França

Conde e condessa que moram no castelo Vaux-le-Vicomte foram amarrados com gravatas. Criminosos roubaram esmeraldas, mas não levaram objetos da coleção do palácio que fica ao sul de Paris.

Foto: Reprodução \ Web Castelo Vaux-le-Vicomte, ao sul de Paris, em foto de arquivo de 4 de julho de 2007
Castelo Vaux-le-Vicomte, ao sul de Paris, em foto de arquivo de 4 de julho de 2007

Ladrões roubaram joias avaliadas em 2 milhões de euros do castelo Vaux-le-Vicomte, construção do século XVII ao sul de Paris, na madrugada desta quinta-feira (19).

Os criminosos, seis homens encapuzados e desarmados, invadiram pouco antes do amanhecer os aposentos privados do conde Patrice de Vogüé e da condessa Cristina, de 90 e 78 anos respectivamente.

Os ladrões, que amarraram o casal com gravatas, levaram esmeraldas, que estavam guardadas em um cofre, mas não levaram nenhum objeto das coleções do palácio.

"Os proprietários estão bem e o castelo segue aberto para visitas como de costume", afirmou a direção do palácio à AFP.

O castelo Vaux-le-Vicomte, conhecido como "pequena Versalhes", foi construído entre 1656 e 1661 a 50 km de Paris pelo ministro das Finanças de Luís XIV, Nicolás Fouquet.

De acordo com uma lenda, Fouquet caiu em desgraça pouco depois do fim das obras, quando organizou uma festa suntuosa e despertou a inveja do "Rei Sol", que o condenou à prisão perpétua.

Patrice de Vogüé abriu a propriedade ao público em 1968, que atualmente é dirigida pelos três filhos do casal.

O castelo, que recebe 250 mil visitantes a cada ano, tem mais de 500 hectares. Em 2007, a atriz Eva Longoria e do jogador basquete Tony Parker fizeram seu casamento nesse castelo.

Fonte: G1

Deixe seu comentário