Lei deve modificar nome da avenida Marechal Castelo Branco

Na lei sancionada em setembro deste ano pelo governador Wellington Dias, serão retiradas as homenagens a autoridades que atuaram durante a Ditadura Militar (1964-1984)

Uma lei municipal que determina a retirada de homenagens a autoridades que atuaram durante a Ditadura Militar (1964-1984) já está sendo discutida com vereadores de Teresina e irá ser apresentada na Câmara. A informação é do secretário estadual de Administração Franzé Silva.

Na lei sancionada em setembro deste ano pelo governador Wellington Dias, serão retiradas as homenagens que exaltam nomes de pessoas que tenham praticado ou compactuado com a violação de direitos humanos durante a época.

Foto: Reprodução WebAvenida Marechal Castelo Branco deve ter o nome modificado.
Avenida Marechal Castelo Branco deve ter o nome modificado.

De acordo com o secretário Franzé Silva, nomes de imóveis, rodovias, escolas e monumentos históricos, serão modificados e novas homenagens para violadores também foram proibidas. À reportagem do portal TV Verdes Campos Sat, o secretário deu alguns exemplos de lugares que terão os nomes modificados.

São eles: avenida Marechal Castelo Branco, o colégio Presidente Castelo Branco, no bairro Cristo Rei, a ponte Presidente Médici, que liga Teresina a Timon, na área da Tabuleta, e outros que já estão sendo catalogados pela Comissão Estadual de Direitos Humanos a serem aprovados.

Deixe seu comentário