Leitura deve ser incentivada desde cedo, afirma pedagoga

Estímulo aos livros desde os primeiros anos de alfabetização promove melhor formação social.
Por Redação Verdes Campos Sat 16 de Abril de 2021 às 16:18

Foto: Reprodução/ Internet Leitura deve ser incentivada desde cedo.
Leitura deve ser incentivada desde cedo.

Os livros e suas histórias são o primeiro contato das crianças com diferentes linguagens. É por meio da leitura que acontece a aquisição e evolução da escrita, permitindo aos pequenos experiências variadas de aprendizagens e o conhecimento sobre o mundo, pessoas, além dos próprios sentimentos. Por isso, pedagogos reforçam a necessidade de ler e incentivar a leitura desde cedo para que, desta forma, as crianças se desenvolvam melhor.   

Entretanto, para a pesquisadora em Educação e professora de Pedagogia da UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau em Teresina, Leila Medeiros, os livros ainda disputam atenção com os dispositivos eletrônicos, mas vê na leitura um dos principais pilares do desenvolvimento cognitivo e socioafetivo da criança, desde os anos iniciais de alfabetização. “Incentivar desde muito cedo o gosto pela leitura torna-se imprescindível nos lares, visto que as histórias e estórias possibilitam o contato das crianças com estímulos diversos, compondo uma rica fonte de aprendizado, de lazer, de diversão e de conexão com o mundo, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades essenciais para a compreensão da vida”, explica Leila.   

Além disso, a pedagoga também pontua que, em tempos de isolamento social, a leitura torna-se, por meio de atividades prazerosas, uma excelente estratégia didática para amenizar a ansiedade e o medo gerados pela falta de interação com outras pessoas. “Ler para as crianças e incentivar a autonomia delas na leitura ajuda no desenvolvimento da criatividade, de atitudes éticas e uma maior aceitação de novidades e de mudanças. Todo esse universo lúdico deve ser construído com atividades recreativas, pois esse movimento equilibra as tensões naturais da rotina, possibilitando às crianças o desenvolvimento da sua individualidade, da sua concepção de mundo e da sua personalidade”, complementa a professora.  

Para começar o processo, a leitura deve ser introduzida de forma natural e gradual na rotina das crianças. Isso pode levar um tempo, mas não deve ser algo imposto ou forçado. Uma boa alternativa é estimular o gosto pelos livros por meio do exemplo, quando pais e mães leem juntos aos filhos, interagindo com perguntas e pedindo um resumo da leitura.

Deixe seu comentário