Livro Minimanual da Arte Guerrilha Urbana é lançado no Memorial Zumbi dos Palmares

O coletivo que já recebeu algumas premiações como a do histórico 65º Salão de Abril e uma homenagem da Assembléia Legislativa

 Nascido na cidade de Fortaleza no ano de 2010, com a finalidade de esclarecer a sociedade sobre a importância da justiça de transição de uma ditadura para uma democracia, o coletivo de arte ativista "Aparecidos Políticos" lança seu primeiro livro na próxima sexta-feira (22).

Intitulado o "Minimanual da Arte Guerrilha Urbana", o livro é o resultado de trabalho coletivo de um grupo de pessoas que exigem do Estado brasileiro o cumprimento das recomendações do Relatório Final da Comissão Nacional da Verdade, comissão essa que foi lançada pelo governo federal em maio de 2012, assim como expor algumas técnicas de ação, aliando arte e política. A intenção do grupo é clara, barrar as recentes ondas de conservadorismo, através da história.

O coletivo que já recebeu algumas premiações como a do histórico 65º Salão de Abril e uma homenagem da Assembléia Legislativa do Estado do Ceará, se inspirou no "Minimanual do Guerrilheiro Urbano", de 1969, escrito pelo inimigo público nº1 da ditadura militar, Carlos Marighella.

Para Marquinhos Abu, estudante de artes visuais e integrante do coletivo o livro é uma forma de ser um ponto provocador. “Julgamos importante o lançamento desse livro, porque ele vai servir não como ferramenta, mas como inspiração para as pessoas que voltaram para as ruas, para além dos panelaços. Esse trabalho é também um pouco da sintaxe do que o coletivo faz na rua ao longo desses cinco anos de existência. Essas questões vão além, elas perpassam assuntos que abordamos como a redução da maioridade penal, machismo, racismo e homofobia”, afirmou.


O lançamento do livro ocorrerá no Memorial Zumbi dos Palmares, Centro de Teresina às 15h e não será vendido, mas distribuído. O projeto tomou corpo depois de o coletivo ser contemplado dentro do edital Programa Rede Nacional Funarte Artes Visuais - 11ª Edição. Na ocasião acontecerá um debate político a cerca do tema de memória verdade e justiça com os movimentos sociais de Teresina. A intenção é trazer a compreensão dos danos de uma concepção militarizada de sociedade que vigora até os dias de hoje. A atividade acontece em parceria com os movimentos sociais locais Zumbidos, Rua- Juventude Anticapitalista e a Sociedade dos Poetas Por Vir.

Deixe seu comentário