Lollapalooza Chicago exigirá comprovante da vacina ou teste de Covid-19 negativo

Festival começa hoje (29) e terminará no domingo (1); cerca de 100 mil espectadores são esperados em cada dia de shows
Por Redação Verdes Campos Sat 29 de Julho de 2021 às 18:30

Foto: Reprodução / Internet Lollapalooza Chicago exigirá comprovante da vacina ou teste de Covid-19 negativo
Lollapalooza Chicago exigirá comprovante da vacina ou teste de Covid-19 negativo

Começa hoje (29) o festival mundialmente conhecido Lollapalooza, no Grant Park, em Chicago. O evento não aconteceu em 2020 devido à pandemia da Covid-19, mas foi retomado em 2021 com o avanço da vacinação no país e a chegada do verão no Hemisfério Norte.

Entre as principais atrações estão Miley Cyrus, Tyler, the Creator, Post Malone e Foo Fighters.

Para entrar no evento, os espectadores devem apresentar seu comprovante de vacinação, com as duas doses já garantidas, ou um teste de Covid-19 negativo feito em menos de 72h de evento. Os organizadores, no entanto, esperam que a maior parte do público já esteja vacinada.

O festival será o maior evento em questão de público de Chicago desde o início da pandemia, em março de 2020, e um dos maiores do país – são esperados 100 mil espectadores por dia de shows. Autoridades de saúde locais demonstraram preocupação com as consequências da aglomeração, principalmente devido ao espalhamento rápido da variante Delta – originária da Índia e mais transmissível – que tem ocorrido nos EUA.

A secretária de saúde pública de Chicago, Allison Arwady, disse estar confiante no sucesso do Lollapalooza e que os protocolos de segurança são "além do ideal".

"Quando você tem tantas pessoas em um mesmo lugar, é quase certo que terão alguns casos. Mas eu estou confiante de que a combinação do que sabemos sobre limitar os riscos em ambientes abertos, com a vacinação e o teste – esperamos que a maioria esteja vacinada –, além de outros fatores, serão suficientes para mitigação", disse Arwardy.

Aqueles que não estiverem vacinados serão obrigados a usar máscaras.

Fonte: CNN BRASIL

Deixe seu comentário