Mercado de carne bovina e suína nos EUA caem devido à pandemia

Com prateleiras de carne relativamente vazias, os clientes resolveram dar uma chance a esses hambúrgueres à base de plantas.

Foto: Reprodução/web Com a falta de carne nas prateleiras dos mercados dos EUA os americanos passam uma consumir mais os vegetais
Com a falta de carne nas prateleiras dos mercados dos EUA os americanos passam uma consumir mais os vegetais

Os produtores da chamada "carne fake", ou seja, proteínas de origem vegetal, possuem agora uma oportunidade única, já que os estoques de carne bovina e suína encolheram nos Estados Unidos da América (EUA), devido a pandemia do novo coronavírus. A empresa de lanches Wendy’s Co. já está sem hambúrgueres em algumas unidades, enquanto Kroger e Costco Wholesale têm limitado compras de clientes para alguns produtos de carne.

A fabricante de hambúrguer à base de soja Impossible Foods e a dona da alternativa à base de ervilha Beyond Meat se espalharam por supermercados nos EUA. Com prateleiras de carne relativamente vazias, os clientes resolveram dar uma chance a esses hambúrgueres à base de plantas, de acordo com empresas e dados de mercado. Agora é a chance de empresas de carne alternativa atraírem esses consumidores e convencê-los a repetir.

“Acho que é realmente uma oportunidade”, disse Jennifer Bartashus, analista da Bloomberg Intelligence. “As pessoas estarão mais dispostas a experimentar alternativas de plantas.”

Como a maioria da indústria de alimentos embalados, as proteínas vegetais também sentem o impacto da pandemia devido à tendência dos consumidores de estocar as despensas. Os americanos compraram 5,3 milhões de unidades de produtos alternativos de carne em varejistas nas oito semanas encerradas em 25 de abril, o triplo da quantidade um ano antes, segundo dados da Nielsen.

Ainda é uma fração do 1 bilhão de unidades de carne bovina in natura e 952 milhões de unidades de frango fresco durante o mesmo período, segundo os dados. Mas a escassez poderia inclinar a balança a favor das alternativas veganas.

“O aumento das vendas nos supermercados potencialmente atrai novos clientes para experimentar produtos à base de plantas, caso carnes e laticínios tradicionais estiverem temporariamente esgotados”, de acordo com Alex Frederick, analista de capital de risco da PitchBook.

Fonte: InfoMoney

Deixe seu comentário