Milan comunica Giampaolo de demissão e já tem acordo com Stefano Pioli

Segundo a "Gazzetta dello Sport", clube italiano notificou atual treinador. Novo técnico já treinou rival e assinará por dois anos. Nas redes sociais, torcida rossonera refuta Pioli

Foto: Foto: reprodução Marco Giampaolo
Marco Giampaolo

Após mais um começo de temporada decepcionante, a diretoria do Milan decidiu sacramentar uma troca no comando da equipe ainda na oitava rodada do Campeonato Italiano. De acordo com o jornal "La Gazzetta dello Sport", o técnico Marco Giampaolo já foi notificado de sua demissão, que deve ser oficializada ainda nesta terça-feira, assim como a contratação de Stefano Pioli.

A publicação indica que a diretoria rossonera vem buscando alternativas nos últimos dias e, depois de falhar nas tratativas com Luciano Spalletti, entrou em contato com Pioli, ex-comandante da rival Inter de Milão. As duas partes teriam chegado a um acordo logo no começo desta terça: um contrato de dois anos, com salário de € 1,5 milhão (R$ 6,7 milhões) no total. A assinatura ocorreria na tarde desta terça.

No entanto, a torcida do Milan parece não estar muito satisfeita com essa opção e, mesmo antes da contratação, já pede a "cabeça" de Pioli. A hashtag #pioliout (Fora Pioli) é um dos assuntos mais comentados do Twitter na Itália.

A demissão de Giampaolo ocorre justamente em um momento de menos tensão na temporada, uma vez que o Milan venceu o Genoa de virada por 2 a 1, fora de casa, no último sábado. Foi o terceiro triunfo do time em sete rodadas, deixando a equipe apenas na 10ª colocação do Campeonato Italiano, com nove pontos - 10 atrás da líder Juventus.

Com a missão de melhorar o desempenho e os resultados da tradicional equipe, Stefano Pioli estava sem clube desde abril, quando pediu demissão em sua segunda temporada na Fiorentina. O treinador de 53 anos ganhou destaque na Itália no comando da Lazio vice-campeã da Copa da Itália, em 2016, e também teve passagem frustrada pela Inter de Milão, onde trabalhou por seis meses antes de ser demitido.

Marco Giampaolo estava no comando do Milan desde o início da temporada, tendo sido o escolhido para substituir Gennaro Gattuso, demitido ao fim da jornada 2018/19. O ex-treinador da Sampdoria havia assinado contrato até junho de 2021, com opção de extensão por mais um ano. Sob o comando de Giampaolo, o Milan venceu três jogos e perdeu outros quatro, todos no Campeonato Italiano, marcando seis gols e sofrendo nove.

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário