Morre artista mais velho do mundo

Astro ficou conhecido a partir dos anos 30 durante o regime nazista. Ele bateu recorde ao se tonar o mais velho em atividade no cinema e na TV.

Imagem: Portal G1Clique para ampliarJohannes Heesters se apresenta em 2008(Imagem:Portal G1)Johannes Heesters se apresenta em 2008
Morreu aos 108 anos o cantor e ator holandês Johannes Heester, informou a agência Reuters neste sábado (24). Ele morreu em uma clínica em Starnberg, na Alemanha, ao lado da esposa e de familiares, na véspera do Natal.

Ele era uma figura popular nos espetáculos dos anos 1930 cantados em alemão, o que lhe valeu o epíteto de "o produto mais vivaz da Holanda". Johan Marius Nicolaas Heesters nasceu no dia 5 de dezembro de 1903. Segundo o livro "Guinness" dos recordes, ele foi o homem mais velho a continuar em atividade em filmes e na TV.

O ator e cantor ganhou destaque ao atuar durante o governo de Adolf Hitler na Alemanha e foi perseguido mais tarde por seu passado controverso e associado aos nazistas.

Ele foi acusado por um jornalista de ter se apresentado diante de oficiais da SS nazista em um campo de concentração de Dachau, na Baviera, em 1941. Apesar de sua popularidade durante o Terceiro Reich, Heesters não foi associado a propagandas nazistas. Após a guerra, teve permissão para continuar sua carreira.

Interpretou mais de 1.600 vezes um de seus principais papéis, em "A viúva alegre", uma opereta do compositor austro-húngaro Franz Lehar. Em 2008, a primeira apresentação de Heesters em várias décadas na Holanda foi acompanhada de muitos protestos. Sua tentativa anterior de se apresentar para seus compatriotas, em 1963, fracassou: o público de um teatro de Amsterdã o condenou ao recebê-lo com a saudação nazista.

Sua produção mais recente é o curta-metragem "Ten", lançado neste ano. Ele também atuou em filmes produzidos para a televisão alemã, lançados em 1996, 2003 e 2008. Na carreira como cantor, o último lançamento foi o single "Generationen", de 2007.

Deixe seu comentário