Morre o cordelista Pedro Costa

De acordo com informações, o cordelista sofria com diabetes e há cerca de duas semanas, sofreu um Acidente Vascular Cerebral

Morreu na manhã deste sábado (11) em Teresina, o poeta e cordelista Pedro Costa de 54 anos.

Imagem: DivulgaçãoClique para ampliarPoeta e cordelista(Imagem:Divulgação)
De acordo com informações, o cordelista sofria com diabetes e há cerca de duas semanas, sofreu um Acidente Vascular Cerebral que o deixou com metade do corpo paralisada.

Pedro Costa fundou a Fundação Nordestina do Cordel (Funcor).

Segundo informações, o corpo do poeta Pedro Costa será velado na sede da Funcor. O sepultamento será amanhã, às 10 horas, no cemitério do bairro Renascença.


O Governo do Piauí emitiu uma nota:

O Governo do Estado do Piauí manifesta pesar pela perda irreparável do poeta e cordelista Pedro Costa, ocorrida na manhã deste sábado. Pedro Costa foi um nome expressivo para cultura piauiense, editou a Revista De Repente, uma das publicações mais tradicionais da cultura popular e representou, com muita responsabilidade e serenidade, os poetas, cantadores e toda classe artística no Conselho Estadual de Cultura.

Prestamos condolências a todos os amigos, admiradores e familiares e que eles possam ter o conforto nesse momento de tristeza.

Deixe seu comentário