Mulher faz cirurgia para retirar tesoura na barriga

Médicos esqueceram uma pinça cirúrgica após cesariana

Há 28 anos, dona Sueli deu à luz o filho caçula em um hospital de Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo. Ela saiu com os filhos nos braços e uma tesoura cirúrgica esquecida dentro de seu abdômen.



Na época, ela passou por uma cesariana. Quando teve alta, a vida estava mudada radicalmente para pior. Ela sofria dores intensas, não conseguia mais trabalhar e viu o casamento de 23 anos chegar ao fim.



- Quem é casado sabe que uma família tem que ter uma vida sexual ativa, né? E eu não podia ter. Isso acabou com minha vida, acabou com tudo.



Para recomeçar a viver, dona Sueli foi ao Hospital das Clinicas de São Paulo, onde foi avaliada por uma junta médica, que fez uma bateria de exames para só então decidir se a tesoura poderia ser retirada.



De acordo com os Raios-X, a tesoura aparece do lado direito, perto de órgãos como útero, ovário e intestino. Dona Sueli conta que, logo depois do parto, passou por vários médicos, mas nenhum descobriu o que lhe provocava tantas dores.



- Eles diziam que era normal que podia ser algo que eu comi. Tudo que eles pediam pra fazer eu fazia e não dava nada [...] Nunca pediram Raios-X.



A descoberta aconteceu por acaso, apenas três anos atrás. Durante uma visita a um parente em um presídio, Dona Sueli teve que passar pelo detector de metais. O alarme disparou e ela foi encaminhada para um exame de Raios-X. Ela disse que ao ver a tesoura de quase 20 centímetros passou mal e caiu.





Por causa dela, tarefas simples se transformaram em desafios ou constrangimentos. Foram 28 anos assim, convivendo com a dor, sofrimento e angustia.



- A perda do casamento... Já pensou ficar sozinha com três filhos? Depois da descoberta, meu filho ficou se culpando, dizendo que se não tivesse nascido, eu não estaria sofrendo.



Apesar das esperanças, a junta médica diz que a retirada da tesoura não seria tarefa fácil. Mesmo assim, a paciente fez o procedimento e recebeu alta 21 dias depois. Ela conta que a cirurgia foi um sucesso.



- Eu mesma fiquei me tocando. Antes se apertasse doía, agora não.



Dona Sueli está processando o hospital onde deu à luz. Como prova, tem em casa a pinça cirúrgica esquecida em seu abdome.

Deixe seu comentário