Não é verdade que livro de Haddad incentiva sexo entre pais e filhos

O conteúdo falso se espalhou pelas redes sociais.

Foto: Reprodução/Internet Não é verdade que livro de Haddad incentiva sexo entre pais e filhos
Não é verdade que livro de Haddad incentiva sexo entre pais e filhos

É falso que Fernando Haddad (PT) incentiva sexo entre pais e filhos em livro acadêmico. Após comentário de Olavo de Carvalho no dia 11 de outubro, o conteúdo se espalhou pelas redes sociais.



Na publicação original, Olavo de Carvalho afirma que no livro "Desorganizando o Consenso", escrito em 1998, Haddad diz que para implantar o socialismo é preciso derrubar primeiro o "tabu do Incesto". "Kit gay é fichinha", diz o escritor.



Seu comentário foi difundido pelas redes sociais e outro livro de Fernando Haddad foi associado, o "Em Defesa do Socialismo", publicado em 1998.



Segundo a assessoria do candidato, a obra traça estratégias para subverter o conservadorismo. Uma delas seria dar maior liberdade sexual aos jovens.



"Haddad se declara social-democrata pelo compromisso com uma sociedade menos desigual, afirmando frequentemente seu compromisso com a democracia e o repúdio ao autoritarismo", diz.



A campanha do candidato entrou com uma representação formal junto ao TSE contra o Olavo de Carvalho pedindo direito de resposta. Segundo o documento a publicação do filósofo informa, de forma inverídica e difamatória, que Fernando Haddad, através do livro "Desorganizando o Consenso" estaria defendendo o incesto.

Deixe seu comentário