Núcleo de Defesa da Mulher reforça campanha contra o assédio no Carnaval

Kits informativos e material serão entregues para as mulheres que comparecerem ao núcleo da DPE
Por Redação* 12 de Fevereiro de 2020 às 15:27

Foto: Reprodução \ Web Equipe do Núcleo da Mulher com o material da Campanha
Equipe do Núcleo da Mulher com o material da Campanha

O Núcleo de defesa da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar da Defensoria Pública do Estado do Piauí recebeu nessa terça-feira (11), os kits da campanha “Só se Eu Quiser… #NãoéNão”, lançada pela Coordenadoria Estadual de Políticas para Mulheres (CEPM), tendo por objetivo informar à sociedade sobre a importância do respeito ao corpo e à vontade das mulheres durante a manifestação cultural do Carnaval.

O material ficará disponibilizado no Núcleo da Mulher, já que a Defensoria Pública tem sido parceira em todas as iniciativas que visam ao combate a todas as formas de violência contra as mulheres.

A usuária dos serviços da Defensoria, Débora Tayriri dos Santos, que se encontrava no Núcleo da Mulher, fez questão de receber o kit e falar sobre a iniciativa. “O nome da campanha é #Não é Não, porque os homens precisam respeitar as mulheres sempre que elas dizem não. Nesse Carnaval é importante que todas usem a hashtg Não é Não”, disse Débora.

A coordenadora do Núcleo da Mulher, defensora pública Lia Medeiros do Carmo Ivo, destacou que, “com o envio dos kits pela Coordenadoria Estadual de Políticas para Mulheres, a Defensoria Pública pode participar de forma mais efetiva da campanha, fazendo a distribuição desses kits entre as usuárias e aproveitando o momento também para prestar algumas informações sobre os serviços disponíveis, assim como sobre as formas de violência que podem ocorrer durante as festividades do Carnaval, informando inclusive que, como diz a campanha, não é não e só se ela quiser”.

Fonte: *Com informações da CCom

Deixe seu comentário