Pedro Novaes comenta sucesso como o Filipe em 'Malhação' e revela que está solteiro

Ator também diz que lida bem com o assédio, fala sobre cenas de intimidade, conta que não usa aplicativos de paquera e evita mandar nudes

Foto: Reprodução / Web Pedro Novaes focado na atuação e na música
Pedro Novaes focado na atuação e na música

Pedro Novaes chegou chegando, agradando o público e a crítica com sua atuação em Malhação - Toda Forma de Amar, no papel do carismático Filipe, estudante de Direito e surfista nas horas vagas. Qualquer semelhança com a realidade, é mera coincidência.

Apesar de também ser gente fina, um bom filho e dedicado na vida pessoal, Pedro vem imprimindo em Filipe uma marca própria e de muita personalidade. Tanto que o sucesso não tardou a chegar e vem sendo recebido com entusiasmo pelo ator, sem deslumbramento, ele deixa claro:

"Eu não mudei nem sou famoso, sacou? Estou começando agora uma carreira, aprendendo muita coisa, focado no trampo profissional."

Aplauso é bom e todo mundo gosta, mas Pedro diz que prefere manter os pés no chão para não cair nas armadilhas da fama. Saber ouvir, segundo o estreante de 22 anos, é imprescindível:

"É sempre muito bom receber elogios, mas sou um cara que está sempre querendo melhorar porque sei que tem um defeitinho numa coisa ou outra. É claro que é prazeroso receber críticas, ainda mais de pessoas que estão no ramo há muito tempo. As construtivas também porque é assim que a gente evolui, trocando ideias com a galera mais experiente."

E de experientes ele está bem cercado. Seus pais, Letícia Spiller e Marcello Novaes - artistas conceituados - deram asas para o filhote voar, sem interferências. É fato que o sangue artístico corre nas veias de Pedro, ele só reforça que teve livre escolha para seguir seu caminho:

"Sempre procuro fazer porque quero e gosto. Nesse momento da minha vida me senti preparado, disposto e com vontade desse trabalho. Não me baseei em opiniões externas. Atuar é mais um segmento da arte que amo fazer."

Na última semana, em "Malhação", foi exibido o tão esperado beijo entre Filipe e Rita, vivida por Alanis Guillen. Uma experiência tranquila e de muita troca em cena para o ator.

"A Alanis é gente boa, parceira e joga muito. Já estamos criando uma intimidade. E não demos muito peso para isso para ficar mais natural mesmo. Foi ótimo", analisa Pedro, que não vê problema, nem se sente constrangido, em takes íntimos: "Fico à vontade, faz parte do trabalho e quanto mais intimidade, mais tem chance de se conectar à cena. Fazer o beijo ficar bonito é mais fácil se estiver beijando mesmo, porque é um momento íntimo. Imprime muito bem."

Solteiro desde que terminou o namoro com a empresária Isadora Alves, Pedro avisa que, mesmo sendo de uma geração conectada, não é de paqueras virtuais:

"Não acho que vale a pena porque não tem como se basear por uma foto. Você tem que encontrar a pessoa, sentir a vibe, entender a energia, olhar nos olhos. Sei que isso acontece muito e acredito que é real, que as pessoas se conhecem pela internet, mas eu prefiro o contato físico."

E se o papo é nudes, o ator conta que evita enviar fotos íntimas, principalmente agora que passou a ser mais conhecido pelo grande público. Acha melhor não arriscar.

"A gente tem que se preocupar com isso, sim. Você não conhece as pessoas que estão ali comentando, não tem como sair enviando uma foto pessoal demais. Não sabe se a pessoa pode enviar para alguém, tirar print, mandar para a imprensa..."

Mesmo na contramão da maioria dos jovens ligados na quantidade delikes que recebem nas redes sociais, esse carioca low profile viu seu perfil na web saltar de 60 mil para 122 mil seguidores assim que a nova temporada da novela entrou no ar.

"Não sou tão conectado assim, mal comento nas fotos, uso mais para trabalho mesmo. Minha vida pessoal é face to face, sou de conhecer, apertar as mãos, dar abraço", frisa o ator.

Com a aparição na TV, não resta dúvida de que as investidas triplicaram. Discreto, ele não entra em detalhes, mas admite que as cantadas aumentaram:

"Sempre tem uma coisa ou outra da galera interessada, mas acho isso ótimo porque é um assédio de quem é fiel ao meu trabalho. Têm uma ligação porque sentem que estão na mesma vibe que eu."

Pedro tem despertado interesse, mas também admite dias de bad em relação à paixão:

"Já levei um fora, sim, e tudo bem. Sou bem tranquilo com isso. Claro que não foi fácil, na época eu gostava muito da pessoa, mas beleza. Não vou ficar investindo numa coisa que não é para ser. Se a pessoa não está a fim, tenho que respeitar."

Ir à luta por uma pessoa não é prática comum para o artista, que acredita que tudo o que tiver que ser, vai ser:

"Quando eu era moleque já fui, mas não fico procurando uma paixão, sou do momento. Deixo a vida me levar, o universo fazer meu caminho. Claro que quando a gente se apaixona tem vontade de ter aquela pessoa, mas acho que tem que ser mútuo, os dois na mesma sintonia para a coisa dar certo. Não adianta investir numa relação se você está vendo que a outra pessoa não está correspondendo. Tem que ser natural e leve."

Baterista da banda de pop-rock Fuze, Pedro garante que até agora não tem do que se queixar com relação à abordagem e curiosidade do público em torno de sua vida privada. Reservado, só expõe o que julga interessante:

Foto: Reprodução / WebSolteiro, Pedro Novaes não é de ir à luta por um amor. Deixa acontecer
Solteiro, Pedro Novaes não é de ir à luta por um amor. Deixa acontecer

"A gente tem que ter cuidado com o que vai expor. As pessoas perguntam várias coisas e eu tento responder com o maior respeito, mas preservando minha vida pessoal. Vejo a galera curtindo e eu fico querendo fazer um bom trabalho. Tento sempre lidar com a maior naturalidade possível com o carinho das pessoas. É um assédio saudável, e é muito gratificante tudo isso."

Outra relação na trama que tem feito o público suspirar é a de Filipe e sua irmã, Nina, pelo amor e dedicação do jovem à pequena. Fora da ficção, Pedro também tem uma irmã, Stella, de 8 anos, do relacionamento de Letícia Spiller com o diretor de fotografia Lucas Loureiro. É desse contato na vida real que o ator se inspira para a novela.

"Tenho uma relação muito boa com a Stella. Por mais que eu more com o meu pai, quando a gente se encontra é sempre de maneira leve, temos uma intimidade muito maneira. Minha mãe se amarra. Tem certas situações de apego, de cenas amorosas que busco na minha memória afetiva com a Stella."

O lado musical segue sob controle e cada vez mais aflorado. O artista tem dado conta de conciliar as agendas de gravações com os shows ao lado do irmão por parte de pai, Diogo Novaes (guitarra e voz), do primo Felipe Novaes (baixo) e do amigo Gui Fonseca (guitarrista).

"Nosso objetivo com a banda é crescer, poder mostrar nosso trabalho para mais pessoas, fazer o público se conectar com a gente da melhor maneira possível. A agenda ficou apertada, mas eu já esperava por isso. Estou muito feliz e me sentindo útil, cheio de afazeres. Isso é muito bom."

Fonte: GShow

Deixe seu comentário