Pesquisadores questionam estereótipos sobre ETs

'Não podemos afirmar que extraterrestres andam com duas pernas ou possuem olhos grandes e verdes', afirma especialista

Foto: Reprodução Pesquisa desmente esteriótipos sobre ETs
Pesquisa desmente esteriótipos sobre ETs

 Pesquisadores da Universidade de Oxford (Inglaterra) estão prontos para desmentir todos os estereótipos sobre extraterrestres. Um estudo publicado na revista "International Journal of Astrobiology" indica que as investigações passadas na área de exobiologia (estudo da origem, evolução, distribuição e o futuro da vida no Universo) visam transferir nossos conhecimentos sobre a vida terrestre aos habitantes de outros mundos.


"Nosso trabalho supõe outro conceito — utilizar a teoria da evolução, abstraindo-se dos detalhes ‘terrestres"", explicou o investigador Sam Levin, citado pelo site da Universidade de Oxford.

Os cientistas acreditam que o desenvolvimento da vida no universo é determinado pelos mesmos processos e mecanismos que os que funcionam na Terra: por exemplo, seleção natural (alta fecundidade e a recorrente competição pela sobrevivência em cada espécie geram o pressuposto para esse processo).

Nessa conexão, os cientistas de Oxford opinam que se os processos evolutivos semelhantes ocorrem em outros lugares fora da Terra, é possível supor que a evolução em outros planetas faça com que seus habitantes sejam mais parecidos com as espécies que habitam habitam o nosso planeta.

"Não podemos afirmar que extraterrestres andam com duas pernas ou possuem olhos grandes e verdes. No entanto, em nossa opinião, a teoria evolutiva é um instrumento universal para entendermos como eles seriam", concluiu Levin. Com informações do Sputnik Brasil.

Deixe seu comentário