PF deflagra operação contra associação criminosa em Parnaíba e nos estados do Maranhão e Pará

A marinha do Brasil permanece sob responsabilidade do barco apreendido que permanece ancorado no porto do Trapiche, em Luís Correia.
Por Redação Verdes Campos Sat 7 de Outubro de 2021 às 11:49 - Atualizada em 11h59

Foto: Divulgação / PF PF deflagra operação contra associação criminosa em Parnaíba, Maranhão e Pará
PF deflagra operação contra associação criminosa em Parnaíba, Maranhão e Pará

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (07) a Operação chamada “Bucaneiro”, com o objetivo de investigar grupo criminoso responsável pelo furto de navio cargueiro utilizado por contrabandistas, apreendido em agosto de 2020 no município de Cajueiro da Praia, interior do estado.  Desde a apreensão, o barco estava sob responsabilidade da Marinha do Brasil e permanecia ancorado no porto do Trapiche, em Luís Correia.

Segundo as investigações, contrabandistas do município de Abaetetuba, no estado do Pará, se deslocaram ao litoral piauiense em dezembro de 2020 com o propósito de executar a empreitada criminosa. Associados com barqueiros de Luís Correia, na madrugada do dia 24 de dezembro passado, os investigados entraram furtivamente no porto do Trapiche, retiraram cordas e âncoras e consumaram a subtração do bem. Posteriormente, seguiram rota marítima de fuga rumo ao estado do Pará.

O barco foi abandonado no município de Tutóia, no estado do Maranhão.

A Operação mobilizou 40 Policiais Federais para o cumprimento de nove mandados de busca e apreensão em Luís Correia, Tutóia, Abaetetuba e Belém.

O nome “bucaneiro” remete à atuação de piratas.

Fonte: Ascom PF

Deixe seu comentário