Piauí é o 3º estado do Nordeste com maior quantidade de focos de incêndio

None

Foto: Reprodução / Internet Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Dados coletados pelo programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) mostram que o Piauí é atualmente o terceiro estado do Nordeste com a maior quantidade de focos de incêndio.

De janeiro até 18 de julho deste ano o Piauí registrou 915 focos de incêndios, ficando atrás apenas do Maranhão [2281 focos] e Bahia com 1845, primeiro e segundo lugar, respectivamente. Com chegada do período do B-R-O-Bró, que compreende os meses de setembro a dezembro, as temperaturas aumentam e, consequentemente, mais queimadas serão registradas no Estado.

O número de focos de incêndio registrados no Piauí em sete meses de 2019 é apenas 15% inferior ao total registrado em todo 2018, que foi 1084. O  aumento preocupa autoridades do Estado e o Corpo de Bombeiros  já está realizando ações de prevenção e combate a incêndios.

A major Najra Nunes conta que parcerias com o Ministério Público Estadual, como o projeto Corta- Fogo, e Defesa Civil, estão possibilitando ações como palestras, minicursos e campanhas publicitárias para  conscientizar a população sobre o assunto.

No que diz respeito ao combate aos incêndios, o Corpo de Bombeiros do Piauí garante que a estrutura operacional está sendo reforçada para que as equipes possam trabalhar com eficácia.

A major alerta que praticar queimada é crime ambiental que prevê prisão e multa. O artigo 250 do Código Penal classifica como crime o ato de “causar incêndio, expondo a perigo a vida, a integridade física ou o patrimônio de outrem”.

Alguns casos são possíveis de autorização para queimadas, mas devem ser  solicitados a órgãos competentes para que analisem cada caso para autorizar ou não.

Fonte: Redação

Deixe seu comentário